Não é preciso pedir…

Não é preciso pedir perdão
Solenemente , basta um aceno
Mudo da janela, ou do coração,
Deixar o peito roçar o queixo,

Para sentir que somos perdoados,
Como os poetas todos deviam ser,
Mesmo estando errados ou não,
Se for preciso perdoamos a dor

Avessa, como se fosse a nós alheia,
Perdoamos até o próprio pensar,
Quando é negro e ainda perdemos
A mossa do queixo no nosso peito,

Pensando não ser necessário
Agradecer esse simples perdão…

Joel Matos (10/2015)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

Friday, February 23, 2018 - 16:04

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

Joel's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 day 15 hours ago
Joined: 12/20/2009
Posts:
Points: 40540

Comments

Joel's picture

.

.

Joel's picture

.

.

Joel's picture

.

.

Joel's picture

.

.

Joel's picture

.

.

Joel's picture

.

.

Joel's picture

.

.

Joel's picture

.

.

Joel's picture

Perdoamos até o próprio pensar,

dos outros

Joel's picture

perdoados, Como os poetas todos deviam ser, Mesmo estando errad

perdoados,
Como os poetas todos deviam ser,
Mesmo estando errados, eu não

Add comment

Login to post comments

other contents of Joel

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Ministério da Poesia/Aphorism cheiro de vento 0 1.412 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism sei 0 1.505 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism espanto 0 1.169 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism coraçaõ largo 0 518 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism sempre 0 1.210 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism quando 0 1.378 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Balada para um turco 0 1.191 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicated Francisca 0 2.032 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism tudo e nada 0 1.049 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicated Priscilla 0 1.219 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Asa calada 0 1.643 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism flores d'cardeais 0 1.346 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicated Magdalena 0 1.422 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism peito Abeto 0 1.205 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism rapaz da tesoura 0 1.326 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Koras 0 1.615 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism escrever pressas 0 774 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism não tarde 0 1.038 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism fecha-me a sete chaves 0 736 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism inventar 0 1.265 11/19/2010 - 18:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicated professas 0 1.321 11/19/2010 - 18:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism amor sen'destino 0 1.509 11/19/2010 - 18:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism andorinhão 0 1.712 11/19/2010 - 18:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism sentir mais 0 1.037 11/19/2010 - 18:13 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism palabras 0 1.529 11/19/2010 - 18:13 Portuguese