poema para Rosa.

sinto de novo o imenso vazio
rosas pálidas vejo no jardim
tristes como eu perto do fim
desta minha vida por um fio

alta madrugada não termina
amantes zonzos estão despertos
escuto suas alegrias e cantorias
subindo as escadas morro acima,
nem sabem de mim incertos
que componho uma obra-prima

ai, quanto me anima pensar
se aqui Rosa pudesse estar
como uma canção ao vento
de aroma e esquecimento
que só ela faz-me lembrar

Submited by

Tuesday, June 12, 2012 - 01:15

Poesia :

Your rating: None (5 votes)

REHGGE

REHGGE's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 6 weeks 1 day ago
Joined: 06/08/2012
Posts:
Points: 230

Add comment

Login to post comments

other contents of REHGGE

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Meditation por entre águas. 0 1.263 04/03/2020 - 00:14 Portuguese
Poesia/Sadness vendavais. 0 1.633 12/30/2019 - 21:22 Portuguese
Poesia/Thoughts que poema tirar da cartola. 0 1.478 12/27/2019 - 02:32 Portuguese
Poesia/Text Files sr. Jones. 0 1.469 12/27/2019 - 02:21 Portuguese
Prosas/Others sr. Jones. 0 801 12/27/2019 - 02:19 Portuguese
Poesia/Love além da carne e dos sentidos. 4 2.487 12/22/2019 - 16:30 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicated homenagem a Júlio Saraiva, maluco, poeta e jornalista 2 3.828 12/13/2019 - 16:56 Portuguese
Poesia/General um toque de sensibilidade. 1 2.171 02/28/2018 - 20:20 Portuguese
Ministério da Poesia/Fantasy QUEM SABE SE EU TIVESSE O DOM 0 3.650 05/01/2013 - 01:17 English
Poesia/Erotic (in)CONCLUSO. 0 3.038 03/31/2013 - 22:11 English
Poesia/Erotic (in)CONCLUSO. 0 2.581 03/31/2013 - 22:11 English
Poesia/Intervention bananas, ó 0 3.597 02/12/2013 - 23:08 Portuguese
Poesia/General do tempo decrescente. 0 3.431 02/12/2013 - 17:59 Portuguese
Poesia/Erotic (in)concluso. 0 3.025 02/11/2013 - 23:38 Portuguese
Poesia/Dedicated nem só de poemas vive o poeta, mas de todo sonho possível. 0 3.363 12/15/2012 - 23:16 Portuguese
Poesia/Love AREALVA 0 3.538 12/02/2012 - 00:54 Portuguese
Ministério da Poesia/General mãos. 0 3.275 11/24/2012 - 17:30 Portuguese
Poesia/General águas passadiças. 0 3.527 11/24/2012 - 17:18 Portuguese
Poesia/Sonnet 2 sonetos ordinários numa noite não menos ordinária no Bairro do Bixiga, SP. 0 3.479 08/12/2012 - 00:34 Portuguese
Poesia/Intervention da corrupção. 1 3.575 08/01/2012 - 22:31 English
Ministério da Poesia/Sonnet à face do dia. 0 3.266 07/29/2012 - 23:07 Portuguese
Poesia/General O CANTO DO UIRAPURU 0 3.533 07/27/2012 - 23:27 Portuguese
Ministério da Poesia/Disillusion FLOR DE CACTO // flor de cactus 0 3.684 07/16/2012 - 00:42 Portuguese
Poesia/Dedicated CANÇÃO AO MEU QUERIDO BRASIL 1 2.858 07/09/2012 - 08:02 Portuguese
Poesia/General Que saudade de tudo que reside em mim 0 3.379 07/06/2012 - 23:46 Portuguese