A direcção do rio

Passeio em sonhos relaxados
Forçando os meus olhos fechados,
Por montes, vales e prados
Verdejantes, impossíveis de alcançar.
Afasto-me descomplexada
Do conforto visível da minha realidade!
Distendo o meu corpo ao encontro
Da água de um rio
Para ver o meu reflexo.
Vejo-me como entendo ser
Mas não me revejo no que sinto
Por me ver!
Sou mais do que a aguarela
Que se dissipa na corrente apressada.
Sigo-a com os meus pensamentos
Procurando a direcção acertada,
Mas desconheço os caminhos desenhados.

A certeza seria
De que voltaria
A encontrar-te na foz,
Onde as águas de vários temperos
Se misturam até à eternidade,
No sal grosso do teu feitio.

03/2009

Submited by

Thursday, July 23, 2009 - 20:30

Poesia :

No votes yet

MartaBaptista

MartaBaptista's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 9 years 19 weeks ago
Joined: 07/05/2009
Posts:
Points: 219

Comments

Henrique's picture

Re: A direcção do rio

Bom poema!!!

:-)

MartaBaptista's picture

Re: A direcção do rio

Obrigada a todos pelas leituras e comentários que vão de encontro ao que quis transmitir.

Abraço,
Vitória

Conchinha's picture

Re: A direcção do rio

Boa poesia.
"Afasto-me descomplexada
Do conforto visível da minha realidade!
Distendo o meu corpo ao encontro
Da água de um rio
Para ver o meu reflexo."

Apreciei a ideia da procura descomplexada do Eu.

bjs

MarneDulinski's picture

Re: A direcção do rio

MartaBaptista!

Lindo gostei bastante, meus parabéns!

A certeza seria
De que voltaria
A encontrar-te na foz,
Onde as águas de vários temperos
Se misturam até à eternidade,

MarneDulinski
No sal grosso do teu feitio.

Isabor's picture

Re: A direcção do rio

Um poema muito bem elaborado. Gostei das imagens, em especial a do rio, como possível direção do encontro.
Beijo,
Isabor.

Add comment

Login to post comments

other contents of MartaBaptista

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Videos/Profile 591 0 600 11/24/2010 - 22:52 Portuguese
Videos/Profile 590 0 595 11/24/2010 - 22:52 Portuguese
Fotos/Profile 1411 0 1.132 11/24/2010 - 00:39 Portuguese
Prosas/Others Crónica incompleta: A linha do Douro 0 449 11/18/2010 - 23:51 Portuguese
Poesia/General Eu sou feita também dos pássaros 5 477 03/18/2010 - 19:32 Portuguese
Poesia/General Eu estou aqui! 3 377 03/18/2010 - 19:12 Portuguese
Poesia/General A direcção do rio 5 353 03/14/2010 - 16:30 Portuguese
Poesia/General O farol 3 399 03/09/2010 - 02:42 Portuguese
Poesia/General O sonho 2 522 03/09/2010 - 02:37 Portuguese
Poesia/General Atenta 4 507 11/07/2009 - 20:50 Portuguese
Poesia/General As pedras 7 487 11/05/2009 - 22:08 Portuguese
Poesia/General És estátua 11 394 10/30/2009 - 23:25 Portuguese
Poesia/General A resposta 4 329 10/26/2009 - 00:50 Portuguese
Poesia/General O meu maestro 9 434 10/25/2009 - 16:52 Portuguese
Poesia/General A eternidade do tempo 7 482 10/24/2009 - 21:25 Portuguese
Poesia/General Um Propósito 4 340 10/20/2009 - 20:01 Portuguese
Poesia/General Paladar 11 462 10/19/2009 - 23:58 Portuguese
Prosas/Others Uma carta para alguém- 2º Momento 1 390 10/19/2009 - 04:25 Portuguese
Poesia/Dedicated Dedicatória " O dessasombro" 7 574 10/18/2009 - 23:09 Portuguese
Poesia/General Poeta sem talento 6 404 10/17/2009 - 13:22 Portuguese
Poesia/General Hoje podia contar-te um segredo 8 388 10/16/2009 - 23:30 Portuguese
Prosas/Others Uma carta para alguém - 1º momento 1 442 10/16/2009 - 15:55 Portuguese
Poesia/General A última viagem 3 474 10/16/2009 - 01:25 Portuguese
Poesia/General Ainda perto do Farol 2 328 10/15/2009 - 17:43 Portuguese
Poesia/General Não me culpes 3 456 10/15/2009 - 02:37 Portuguese