Doce inocência

É azul teu céu
doce teu lago
verde teu bosque
suave teu jeito

E apontas,
chamas para brincar,
sorris de forma espontânea,
amas sem impor condições

Rimas no verso,
remas de pedalinho no lago
respiras o aroma de flores
corres, caes e te levantas

És criança
Natureza viva
Essência da humanidade
Esperança por um mundo melhor.

AjAraújo, o poeta humanista, escrito em 1978.

Submited by

Tuesday, August 3, 2010 - 02:23

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

AjAraujo's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 year 31 weeks ago
Joined: 10/29/2009
Posts:
Points: 15584

Comments

AjAraujo's picture

És criança Natureza

És criança
Natureza viva
Essência da humanidade
Esperança por um mundo melhor.

Add comment

Login to post comments

other contents of AjAraujo

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Dedicated A charrete-cegonha levava os rebentos para casa 0 1.204 07/08/2012 - 21:46 Portuguese
Poesia/Meditation A dor na cor da vida 0 659 07/08/2012 - 21:46 Portuguese
Poesia/Dedicated Os Catadores e o Viajante do Tempo 1 1.430 07/07/2012 - 23:18 Portuguese
Poesia/Joy A busca da beleza d´alma 2 1.479 07/02/2012 - 00:20 Portuguese
Poesia/Dedicated Amigos verdadeiros 2 3.088 07/02/2012 - 00:14 Portuguese
Poesia/Meditation Por que a guerra, se há tanta terra? 5 916 07/01/2012 - 16:35 Portuguese
Poesia/Intervention Verbo Vida 3 2.314 07/01/2012 - 13:07 Portuguese
Poesia/Meditation Que venha a esperança 2 938 07/01/2012 - 13:04 Portuguese
Poesia/Intervention Neste Mundo..., de "Poemas Ocultistas" (Fernando Pessoa) 0 1.290 07/01/2012 - 12:34 Portuguese
Poesia/Intervention Do Eterno Erro, de "Poemas Ocultistas" (Fernando Pessoa) 0 2.661 07/01/2012 - 12:34 Portuguese
Poesia/Intervention O Segredo da Busca, de "Poemas Ocultistas" (Fernando Pessoa) 0 616 07/01/2012 - 12:34 Portuguese
Poesia/Dedicated Canções sem Palavras - III 0 744 06/30/2012 - 21:24 Portuguese
Poesia/Intervention Seja Feliz! 0 1.398 06/30/2012 - 21:14 Portuguese
Poesia/Meditation Tempo sem Tempo (Mario Benedetti) 1 1.392 06/25/2012 - 21:04 Portuguese
Poesia/Dedicated Uma Mulher Nua No Escuro 0 1.658 06/25/2012 - 12:19 Portuguese
Poesia/Love Todavia (Mario Benedetti) 0 944 06/25/2012 - 12:19 Portuguese
Poesia/Intervention E Você? (Charles Bukowski) 0 1.183 06/24/2012 - 12:40 Portuguese
Poesia/Aphorism Se nega a dizer não (Charles Bukowski) 0 1.080 06/24/2012 - 12:37 Portuguese
Poesia/Aphorism Sua Melhor Arte (Charles Bukowski) 0 880 06/24/2012 - 12:33 Portuguese
Poesia/Sadness Não pode ser um sim... 1 658 06/22/2012 - 14:16 Portuguese
Poesia/Aphorism Era a Memória Ardente a Inclinar-se (Walter Benjamin) 1 620 06/21/2012 - 16:29 Portuguese
Poesia/Friendship A Mão que a Seu Amigo Hesita em Dar-se (Walter Benjamin) 0 1.308 06/20/2012 - 23:45 Portuguese
Poesia/Aphorism Vibra o Passado em Tudo o que Palpita (Walter Benjamin) 0 1.524 06/20/2012 - 23:45 Portuguese
Poesia/Aphorism O Terço 0 669 06/19/2012 - 23:26 Portuguese
Poesia/Disillusion De sombras e mentiras 0 0 06/19/2012 - 23:23 Portuguese