Espírito de um Natal bem humano...

Que o Espírito do Natal
Esteja sempre presente em nossos lares,
Em nossas mentes e corações

Trazendo a paz e a harmonia,
Sensibilidade em perceber as diferenças
Sabedoria ao fazer nossas escolhas

Irradiando luz em nossos caminhos
Solidariedade para ajudar os necessitados
Serenidade para aceitar as mudanças

Renovando a energia de nossas baterias físicas
Recarregue as vibrações positivas
Apazigue os nossos espíritos inquietos

Saudando a cada um dos presentes, como irmão
Alimente com o vinho e o pão,
A sagrada ceia da noite de Natal

Vivendo no limite das possibilidades modernas
Descarregue agora o fardo dos nossos dias cansados
Doe o que tem de mais precioso: o gesto de amor.

Presentes abertos, lágrimas e sorrisos
Lembranças queridas, aperto no peito
Mas, sempre uma vida que re-nasce

A todos nós, um brinde fraterno
E um humilde agradecimento
Pelo fato de:

Sermos o que deveras somos,
Humanos, demasiado humanos

De querermos mais do que necessitamos
Humanos, demasiado humanos

De suportarmos o que padecemos
Humanos, demasiado humanos

De vivermos o que podemos,
Humanos, demasiado humanos

De lutarmos pelo que acreditamos
Humanos, demasiado humanos

Goiânia, 24 de dezembro de 2010.

AjAraújo, poema de Natal, inspirado em Charles Dickens e em G. F. Nietszche.

Submited by

Friday, December 24, 2010 - 23:41

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

AjAraujo's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 year 20 weeks ago
Joined: 10/29/2009
Posts:
Points: 15584

Add comment

Login to post comments

other contents of AjAraujo

Topic Title Repliessort icon Views Last Post Language
Poesia/Dedicated Aqueles olhos sábios 0 1.088 10/27/2013 - 21:47 Portuguese
Poesia/Thoughts Asteróides 0 975 10/27/2013 - 21:46 Portuguese
Poesia/Thoughts O que se re-funda não se finda 0 1.190 10/27/2013 - 21:44 Portuguese
Poesia/Dedicated Uma Mulher Nua No Escuro 0 1.573 06/25/2012 - 13:19 Portuguese
Poesia/Love Todavia (Mario Benedetti) 0 902 06/25/2012 - 13:19 Portuguese
Poesia/Meditation Na neblina (Hermann Hesse) 0 2.488 08/01/2011 - 19:25 Portuguese
Poesia/Dedicated Madre, mama, mãe... 0 1.564 11/18/2010 - 16:02 Portuguese
Poesia/Meditation A pátria de chuteiras 0 1.108 11/18/2010 - 16:21 Portuguese
Poesia/Intervention Tudo revelo, mas nada digo... 0 1.582 11/18/2010 - 16:31 Portuguese
Poesia/Intervention Há uma urgência 0 1.949 09/22/2012 - 14:30 Portuguese
Poesia/Joy A benção das folhas 0 1.809 09/22/2012 - 14:29 Portuguese
Poesia/Meditation Quem chora por Teus filhos? 0 953 09/22/2012 - 14:24 Portuguese
Fotos/Profile 2019 0 4.195 11/24/2010 - 00:45 Portuguese
Poesia/Dedicated Será um sonho? (tributo a John Lennon) 0 2.129 12/18/2010 - 10:15 Portuguese
Poesia/Acrostic Acróstico de Natal: Meus amigos, meu presente! 0 13.801 12/18/2010 - 14:03 Portuguese
Videos/Music Stop, Look, Listen To Your Heart (The Stylistics) 0 3.230 04/10/2011 - 00:56 English
Poesia/Dedicated Espírito de um Natal bem humano... 0 2.217 12/24/2010 - 23:41 Portuguese
Poesia/Dedicated Conto de Natal: Maria e José na Palestina em 2010 (James Petras) 0 2.253 12/25/2010 - 22:44 Portuguese
Poesia/Dedicated O povo do cerrado 0 2.285 12/26/2010 - 13:09 Portuguese
Poesia/Haiku Marcas (Seleções de Haicais: XVII) 0 1.741 12/26/2010 - 13:17 Portuguese
Poesia/Meditation A canção do dia de sempre (Mário Quintana) 0 1.678 12/26/2010 - 21:43 Portuguese
Videos/Music Te doy una canción (Silvio Rodriguez) 0 9.926 12/26/2010 - 23:32 Spanish
Videos/Music Yolanda (IPablo Milanes) 0 9.170 12/26/2010 - 23:49 Spanish
Videos/Music Perhaps love (John Denver & Placido Domingo) 0 13.822 12/27/2010 - 00:05 English
Poesia/Dedicated 4o. Motivo da Rosa (Cecília Meireles) 0 1.376 12/27/2010 - 11:57 Portuguese