Homem com máscara de emoção de ser poético

Irrita-me a crónica pasmaceira do mundo
Quando sou mais do que ele, no fundo

Eu, o senhor de universos de quem sou Deus
Jamais me prostrarei viver em mais um dos teus

Eu, mago ilusionista que vos ouso lograr
Mesmo que como um filho-da-mãe vos faça sonhar
Mundos aquém da linha onde a vista vai terminar

Inspira-me, faz-me acordar ou recriar

Sobe, segue murmurando o diz parar
Extasiadamente, fitando todo o anel armilar
Num fantástico jogo em que só eu vou jogar

Sou um guardador de rebanhos
Cujos só a mim desejam guardar

Senhor dos mundos e do meu despertar
Notável filho-da-mãe que vos deixa sonhar
Com sem ti

Não! Não! Não!

Outra vez sem intento te revi
Cândido tom de quem não esqueci
Frio no distante frio que me separa de ti

Sôfrego devaneio de lucidez em que és real
Leanor, mulher, tu que nunca tiveste côr

E depois o ofegante silencio da respiração
Que me devolve à malfadada razão

Majestoso eu letárgico e quase caquético
Lúcido alienado messias profético
Homem com máscara de emoção de ser poético
Serenamente incólume reserva para gente de outra nação

Submited by

Domingo, Junio 24, 2012 - 14:11

Poesia :

Su voto: Nada (1 vote)

aasp

Imagen de aasp
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 1 año 18 semanas
Integró: 10/18/2010
Posts:
Points: 307

Comentarios

Imagen de joanadarc

Messias poético...

Parabéns, caro António, levaste a plateia ao rubro.

Beijo

Joana

Imagen de aasp

Apesar de discordar, obrigado

Apesar de discordar, obrigado menina Joana.

Imagen de joanadarc

Bem sei que é sincera essa

Bem sei que é sincera essa tua modéstia, mas sabes...gosto de te ler...continua, um dia vai-te soar diferente o que escreves.

Joana

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of aasp

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Fotos/Ciudades Sem título 0 809 07/15/2014 - 19:02 Portuguese
Fotos/Ciudades Sem título 0 686 07/15/2014 - 18:59 Portuguese
Fotos/Ciudades Sem título 0 752 07/15/2014 - 18:57 Portuguese
Prosas/Otros A.O. sem E, I e U 2 597 02/06/2013 - 15:59 Portuguese
Poesia/General À Lua 4 671 02/06/2013 - 12:05 Portuguese
Prosas/Pensamientos Arco-íris (2009) 2 716 07/02/2012 - 22:20 Portuguese
Poesia/Dedicada Sentindo-me... 4 648 07/02/2012 - 21:41 Portuguese
Prosas/Comédia MANIFESTO ANTI-GRIPE A E POR EXTENSO E REDUZIDO (2009) 0 849 06/30/2012 - 22:37 Portuguese
Poesia/General Homem com máscara de emoção de ser poético 3 1.100 06/24/2012 - 22:19 Portuguese
Poesia/General Clara exaltação 3 685 06/23/2012 - 22:07 Portuguese
Poesia/Pensamientos Fugas 2 1.005 06/17/2012 - 10:47 Portuguese
Poesia/General Não sei se és tu de quem oiço os passos... 0 609 06/12/2012 - 22:45 Portuguese
Poesia/General Para um dia acabar... 0 549 04/02/2012 - 23:15 Portuguese
Poesia/General Baila, baila bailarina... 0 799 11/02/2011 - 22:17 Portuguese
Poesia/General Palavras alinhadas 1 1.138 04/16/2011 - 13:06 Portuguese
Poesia/Dedicada Folhas da minha árvore continuam a cair... 2 837 03/24/2011 - 23:18 Portuguese
Poesia/Meditación 11.3.11 0 996 03/14/2011 - 11:59 Portuguese
Poesia/General Rabiscos lienares 0 722 02/28/2011 - 11:50 Portuguese
Poesia/Amor Minha Nai, meu anjo da guarda... 0 861 02/24/2011 - 14:25 Portuguese
Poesia/Intervención Macaquinhos de liberdade 0 834 02/24/2011 - 13:53 Portuguese
Poesia/General Ella 2 0 987 01/31/2011 - 14:06 Portuguese
Poesia/General Ella 1 0 1.002 01/31/2011 - 13:23 Portuguese
Poesia/General Objecto de ti 0 1.096 01/27/2011 - 16:31 Portuguese
Poesia/Dedicada Bailarina 0 1.021 01/21/2011 - 00:14 Portuguese
Poesia/Dedicada (sem título) 1 781 01/19/2011 - 19:34 Portuguese