Os vales da realidade

Depois do último caminho
quero estar no centro do sonho
saber que na vida
o amor foi o motor de busca
no corpo perdido...

Na alma sentir
o aroma da terra molhada
num dia de Primavera
onde as folhas de Outono
se enrolam em sorrisos...

No banco da solidão
escrever poemas da vida
onde cabem todas as formas...

Descer num palmilhar quente
os vales da realidade
com o arco-íris pintado nos lábios
apenas por saber
que um só verso teve reverso!

Deixo aqui um apelo
UM LIVRO POR UM BOM MOTIVO!
https://www.facebook.com/VamosAjudarAMarianaLivros
O caso da Mariana é real mora aqui ao meu lado

Submited by

Sábado, Julio 7, 2012 - 19:19

Poesia :

Su voto: Nada (1 vote)

AnaCoelho

Imagen de AnaCoelho
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 7 años 14 semanas
Integró: 11/14/2008
Posts:
Points: 1789

Comentarios

Imagen de Nanda

Aninha

Na realidade na tua poesia sente-se o amor que a constroi em todas as suas formas.
Beijinho
Nanda

Imagen de Rafael Neves

Onde sentir que não se

Onde sentir que não se sente
é ser um copo a transbordar
de dádivas, alegrias vãs e quentes
tinta para pintar o vale
da realidade em tons de sonho,
e acordar para ele.

Poema muito inspirador :)

Imagen de Henrique

Vales da realidade onde vale

Vales da realidade onde vale tudo!!!

Perder para encontrar...

Renascer de todas as mortes...

Dar verso a todos os reversos...

Bj :-)

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of AnaCoelho

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Prosas/Pensamientos Provas reais das contas onde os dedos se perdem 0 1.083 09/19/2011 - 06:51 Portuguese
Poesia/Meditación Força da fraqueza 0 1.128 07/09/2011 - 13:39 Portuguese
Poesia/Meditación Configurações 2 835 06/30/2011 - 22:56 Portuguese
Poesia/Meditación Criança 4 578 06/02/2011 - 13:00 Portuguese
Poesia/Meditación Sombra da cor 1 1.042 05/09/2011 - 22:16 Portuguese
Poesia/General O prefácio do silêncio 3 896 05/01/2011 - 21:25 Portuguese
Poesia/Aforismo A loucura da palavra 1 1.129 04/26/2011 - 17:30 Portuguese
Poesia/General Na cegueira de olhos abertos 1 796 04/09/2011 - 05:50 Portuguese
Poesia/Meditación Ao partir da noite 1 1.317 03/30/2011 - 00:06 Portuguese
Prosas/Pensamientos Espasmos 0 1.145 03/24/2011 - 01:31 Portuguese
Poesia/Meditación Pulsares ocos 0 637 03/18/2011 - 07:39 Portuguese
Poesia/Meditación Respirava os gritos das gaivotas 2 864 03/05/2011 - 00:57 Portuguese
Poesia/Meditación Introspecção 2 644 02/23/2011 - 23:36 Portuguese
Poesia/Meditación Os músculos da coragem 0 792 02/02/2011 - 02:52 Portuguese
Poesia/Meditación Os ecos são de silêncio 3 819 01/30/2011 - 22:29 Portuguese
Poesia/Meditación No fim do crepúsculo 3 691 01/30/2011 - 02:50 Portuguese
Poesia/Pensamientos Até que o dia 1 1.088 01/21/2011 - 11:58 Portuguese
Poesia/Amor Harpas de paixão 2 1.450 01/10/2011 - 23:43 Portuguese
Poesia/Amistad Resposta a uma amiga 1 744 01/10/2011 - 23:38 Portuguese
Poesia/Meditación Balanço os sons da mente 3 655 01/07/2011 - 22:48 Portuguese
Poesia/Meditación Nas distâncias os ecos de outras palavras, 0 485 01/01/2011 - 22:27 Portuguese
Poesia/Dedicada O último poema 2 614 01/01/2011 - 14:06 Portuguese
Poesia/Meditación Até ao amanhecer 1 985 12/31/2010 - 18:06 Portuguese
Videos/Perfil 1027 0 910 11/24/2010 - 23:08 Portuguese
Videos/Perfil 600 0 1.224 11/24/2010 - 23:00 Portuguese