Os Lusos Poetas

Fala-me Camões do salso argento;
e logo vejo e acrescento
uma nota de lamento.

Como se só lusa fosse a dor,
a lamúria, o clamor,
o espanto e o horror.

E Pessoa me fala
do tamanho da alma.
É uma lágrima que cala
no meio da noite calma.

Lusos poetas. Latinos poetas.
Cantam de onde vim.
Das almas que me antecederam
nas paixões em que arderam.

Lusos poetas
da lusa poesia:
saudade e maresia
na espera de cada Maria.

Homenagem pouca ao maior Poeta vivo de Portugal, Filipe Campos Melo.
 


Produção e divulgação de Vera L. M. Teragosa.

Submited by

Domingo, Enero 17, 2016 - 21:16

Poesia :

Sin votos aún

fabiovillela

Imagen de fabiovillela
Desconectado
Título: Moderador Poesia
Last seen: Hace 3 años 35 semanas
Integró: 05/07/2009
Posts:
Points: 6158

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of fabiovillela

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/General Bruxas 2 1.390 07/14/2009 - 14:56 Portuguese
Poesia/General Por quem 1 1.369 07/12/2009 - 21:19 Portuguese
Poesia/Tristeza Outono 2 1.035 07/09/2009 - 19:26 Portuguese
Poesia/Dedicada Isabel 1 2.014 07/08/2009 - 13:08 Portuguese
Poesia/Aforismo "Vivere Est" 2 1.120 07/07/2009 - 18:57 Portuguese
Poesia/General Foto 1 1.354 07/04/2009 - 22:41 Portuguese