O TRIBUNAL DE OSIRIS

Não há mais vida.
Não há mais morte.
Esqueça tua avenida.
Não te orientes pelo norte.

Não há mais em que pensar.
Não queira te animar na sorte.
Não mais serás perseguido pelo azar.

Agora descansas na sala das duas verdades.
Estás despido dos teus desejos e tuas vontades.
A sala mortuária iluminada te parecerá sombria
e convenientemente propícia para a tua psicostasia.

Aqui é o tribunal de OsirIs
e ele saberá se tu mentires.
Anúbis tem uma só medida
e a sagrada balança já está inclinada.
Para a vida eterna tu não tens partida.
Teu coração pesou mais que a pena.
Tua peregrinação já foi julgada.
Desperdiçaste tua vida terrena.

O que fizeste do teu passado é o teu presente.
Não existe nenhum caminho para te conduzir adiante.
Não há noção de futuro, nem a percepção do presente.
Não adianta pedir ajuda ao teu grande mentor, ao teu hierofante.
Tudo acabou; agora estás só. Morreu o caminheiro das areias errante.

J. Thamiel
Guarulhos, 08.10.17
09:29h

Submited by

Domingo, Octubre 8, 2017 - 12:56

Poesia :

Sin votos aún

J. Thamiel

Imagen de J. Thamiel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 10 horas 57 mins
Integró: 05/02/2016
Posts:
Points: 2865

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of J. Thamiel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Prosas/Lembranças O Lago dos Patos 0 878 05/04/2016 - 11:21 Portuguese
Poesia/General A Pedra 0 988 05/04/2016 - 11:35 Portuguese
Poesia/General O riacho 0 795 05/04/2016 - 11:37 Portuguese
Prosas/Lembranças Pra não dizer que não falei das pombas... 0 753 05/04/2016 - 16:06 Portuguese
Prosas/Pensamientos CARGA PESADA 0 510 05/04/2016 - 17:16 Portuguese
Poesia/Pensamientos O TEMPO - (Introito) 0 774 05/05/2016 - 11:42 Portuguese
Poesia/Pensamientos O TEMPO - (Parte 2) 0 2.022 05/05/2016 - 14:00 Portuguese
Poesia/General O TEMPO - (Parte 3) 0 1.290 05/06/2016 - 11:32 Portuguese
Poesia/General O TEMPO - (Parte 4) 0 541 05/06/2016 - 11:46 Portuguese
Poesia/General O TEMPO - (Parte 5, FINAL) 0 1.055 05/06/2016 - 12:12 Portuguese
Poesia/Amor Ao Meu querido irmão 0 587 05/07/2016 - 17:40 Portuguese
Poesia/Pensamientos PALAVRAS 0 1.051 05/07/2016 - 19:56 Portuguese
Prosas/Otros COMO FAZER SUCO 0 432 05/08/2016 - 13:20 Portuguese
Poesia/Fantasía QUEM FEZ A MAGIA? 0 642 05/08/2016 - 13:36 Portuguese
Poesia/Pensamientos ERVA CIDREIRA 0 1.227 05/09/2016 - 11:23 Portuguese
Poesia/General BANHO, VINHO E VÊNUS 0 630 05/09/2016 - 16:13 Portuguese
Poesia/Amor ADEUS (Parte I) 0 1.216 05/11/2016 - 02:21 Portuguese
Prosas/Otros Beber urina faz bem à saúde? 0 735 05/11/2016 - 11:03 Portuguese
Prosas/Otros Onde estão as pessoas que diziam viver apenas da luz do sol? 0 336 05/11/2016 - 11:15 Portuguese
Poesia/Aforismo POEMA PARNASIANO 0 4.901 05/11/2016 - 14:14 Portuguese
Poesia/Alegria À TOA É QUEM ME DIZ !! 0 2.270 05/12/2016 - 14:34 Portuguese
Prosas/Pensamientos TÁ RINDO DE QUÊ? 0 450 05/12/2016 - 22:31 Portuguese
Poesia/General IMPORTÂNCIA DO USO DAS FIGURAS DE LINGUAGEM NA POESIA 0 462 05/13/2016 - 11:57 Portuguese
Poesia/Fantasía AVES-NAVES 0 823 05/14/2016 - 23:59 Portuguese
Poesia/Dedicada PEDRAS 0 457 05/15/2016 - 15:21 Portuguese