Eu erro o ar que meto…

Eu erro o ar que meto plo osso do nariz,
O mero deitar-me com o que fiz
E levantar-me com o “se nada
Fosse”, como se tivesse eu perdido

Todos os fios das madrugadas, o frio ar
Que não respiro nem lembro se,
E começo de resto zero outra vez,
Sou feliz pouco por isso, não lembro

O que perco e porque morro da fala
Todos os dias um pouco, fosse
Por medo de errar o que da sorte
Se diz e o esquecimento que me

Cobrirá, do que a terra molde
Em acerto e normalidade
Eu erraria o ar que respiro menos, forço
O fazer falsa parte daqueles

Que vêm simples, os símbolos de ver
Dos olhos cansados da Terra
E o que nela ocupam na largura,
Do peito ao dorso, esse não tão oco

Como meu, que o ouço não respirar,
Eu erro o ar que meto plo osso do nariz,
No meio da boca torta,(um pouco)..

Jorge Santos (01/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

Viernes, Febrero 23, 2018 - 17:01

Ministério da Poesia :

Su voto: Nada Promedio: 5 (1 vote)

Joel

Imagen de Joel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 5 horas 11 mins
Integró: 12/20/2009
Posts:
Points: 39365

Comentarios

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

E o que nele ocupo na largura, do peito ao poço

E o que nele ocupo na largura, do peito ao poço

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Joel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Ministério da Poesia/General Acto supremo 10 191 03/28/2018 - 18:06 Portuguese
Ministério da Poesia/General Servo Sol… 10 77 03/28/2018 - 17:18 Portuguese
Ministério da Poesia/General Chove 10 63 03/28/2018 - 17:16 Portuguese
Ministério da Poesia/General Não é preciso pedir… 10 262 03/28/2018 - 17:11 Portuguese
Ministério da Poesia/General (Meu reino é um prado morto) 10 363 03/28/2018 - 17:07 Portuguese
Ministério da Poesia/General Livre, Astronauta e leve 10 131 03/28/2018 - 17:04 Portuguese
Ministério da Poesia/General Morar em volta de meus passos 10 163 03/28/2018 - 16:58 Portuguese
Ministério da Poesia/General Sem ser me são, não sendo… 10 82 03/28/2018 - 16:56 Portuguese
Ministério da Poesia/General Malmequeres 10 345 03/28/2018 - 16:52 Portuguese
Ministério da Poesia/General Cicatrizes hão-de encher-me de poderes … 10 85 03/28/2018 - 16:50 Portuguese
Ministério da Poesia/General A lucidez na loucura ou Os cabelos de Berenice 10 113 03/28/2018 - 16:40 Portuguese
Ministério da Poesia/General Quando calha… 10 157 03/28/2018 - 16:25 Portuguese
Ministério da Poesia/General Por’ti posso ser tudo… 10 74 03/28/2018 - 16:22 Portuguese
Ministério da Poesia/General Nada em mim mora… 10 73 03/28/2018 - 15:36 Portuguese
Ministério da Poesia/General o Outro 10 50 03/28/2018 - 15:33 Portuguese
Ministério da Poesia/General Lembrar me veio… 10 79 03/28/2018 - 15:28 Portuguese
Ministério da Poesia/General A onze graus da esperança toda 10 78 03/28/2018 - 15:26 Portuguese
Ministério da Poesia/General Eu erro o ar que meto… 10 94 03/28/2018 - 15:22 Portuguese
Ministério da Poesia/General Hostil o tempo. 10 154 03/27/2018 - 19:44 Portuguese
Ministério da Poesia/General Previsível 10 168 03/27/2018 - 19:09 Portuguese
Ministério da Poesia/General Donde venho 10 85 03/27/2018 - 17:59 Portuguese
Ministério da Poesia/General Bizarro 10 68 03/27/2018 - 16:24 Portuguese
Ministério da Poesia/General Diário dos imperfeitos 10 70 03/27/2018 - 16:20 Portuguese
Ministério da Poesia/General Louros de poeta… 10 104 03/27/2018 - 11:42 Portuguese
Ministério da Poesia/General Meto os chinelos na beira da cama… 10 153 03/27/2018 - 11:24 Portuguese