INGÊNUO


 
O poeta em sua ingênua adolescência
o brilho e a beleza da estrela enaltece.
A estrela desconhece sua diva aparência
e ignora o urdidor que o seu brilho tece.

Com brilhos e luzes espalham os astros
caminhos e estradas pelo firmamento.
Estrelas cadentes deixam seus rastros
como rimas na fração de um momento.

Atônitos, ingênuos olhamos para o céu
procurando um verso para falar de amor;
mas, tudo é passageiro e se perde ao léu
e impera a saudade e permanece a dor.

J. Thamiel
Guarulhos, 13.03.18
18:07

Submited by

Martes, Marzo 13, 2018 - 22:08

Poesia :

Su voto: Nada (1 vote)

J. Thamiel

Imagen de J. Thamiel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 8 horas 39 mins
Integró: 05/02/2016
Posts:
Points: 3912

Comentarios

Imagen de Joel

mas não consigo evitá-la É

mas não consigo evitá-la É verdade, a dor é tão importante quanto a paz da natureza e o que ela me traz

Imagen de Joel

mas não consigo evitá-la É

mas não consigo evitá-la É verdade, a dor é tão importante quanto a paz da natureza e o que ela me traz

Imagen de Joel

Creio no universo como um

Creio no universo como um homem vulgar,
Não tenho filosofia que me defina,
Nem lugar em que gostasse de falecer,
Não consinto a vida, assimilo-a como a morfina,

Imagen de Joel

tudo é passageiro excepto o

tudo é passageiro excepto o motorista e o cobrador

Imagen de Joel

permanece a dor.

permanece a dor.

Imagen de J. Thamiel

A dor é tão importante quanto

A dor é tão importante
quanto a saudade e os
caminhos que nos podem
mostrar o universo.

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of J. Thamiel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Fantasía METAMORFOS 2 523 06/09/2024 - 23:30 Portuguese
Poesia/Meditación P E R D Ã O 0 805 06/09/2024 - 13:49 Portuguese
Poesia/Pensamientos E S F I N G E 1 755 06/07/2024 - 19:41 Portuguese
Poesia/Meditación LETARGIA 0 723 06/05/2024 - 15:24 Portuguese
Poesia/Meditación CONSELHOS TRIVIAIS & COISAS TAIS 0 788 06/05/2024 - 14:57 Portuguese
Poesia/Amor TEXTURAS 0 896 06/03/2024 - 16:08 Portuguese
Poesia/Amor ¿QUIEN SOY YO? 0 774 05/11/2024 - 03:42 Español
Poesia/Fantasía VENTO ANDALUZ 1 1.898 05/08/2024 - 15:57 Portuguese
Poesia/Amor MEUS OLHOS 1 1.176 05/04/2024 - 13:08 Portuguese
Poesia/General DIVINO PARTO 0 1.560 05/01/2024 - 15:58 Portuguese
Poesia/Amor Tua beleza 0 779 04/27/2024 - 23:10 Portuguese
Poesia/Amor SONHOS SÃO ETERNOS 0 1.120 04/27/2024 - 23:07 Portuguese
Poesia/Desilusión IMPASSIBILIDADE 0 1.134 04/26/2024 - 16:40 Portuguese
Poesia/Meditación QUANDO SOAR A TROMBETA DO ANJO 0 768 04/22/2024 - 20:50 Portuguese
Poesia/General UM OLHO NO PEIXE, OUTRO NO GATO 0 727 04/22/2024 - 16:49 Portuguese
Poesia/Soneto PERDIDOS NO TEMPO 1 852 04/20/2024 - 12:44 Portuguese
Poesia/General . ORGULHOSO COMPLACENTE 0 726 04/18/2024 - 19:21 Portuguese
Poesia/Amor O ETRNAMENTE 2 1.676 04/18/2024 - 13:47 Portuguese
Poesia/Amor SONHO PERDIDO 2 801 04/08/2024 - 20:25 Portuguese
Poesia/General Aqui jaz 0 1.015 04/08/2024 - 14:12 Portuguese
Poesia/Amor Procurando você 0 641 04/05/2024 - 13:58 Portuguese
Poesia/Amor Procurando você 0 1.330 04/05/2024 - 13:58 Portuguese
Poesia/Fantasía FEZ-SE A LUZ 0 663 04/04/2024 - 16:37 Portuguese
Poesia/Dedicada NÃO ESTOU SOZINHO 1 1.213 12/15/2022 - 11:30 Portuguese
Poesia/Soneto SONETO TRÊMULO 0 1.358 08/13/2022 - 21:47 Portuguese