FUTURO DO PRETÉRITO

Nós nunca somos os donos do tempo.
É ele que nos gasta e nos possui.
Distrai-nos ao passar o seu momento
e delicadamente pela gente flui.

Sugere que estamos vivendo.
Mostra-nos uma vida alegre ou infeliz
e vai os nossos dias corroendo,
tatuando a alma e apagando a cicatriz.

Quando percebemos bem lá na frente,
já estamos presentes no futuro.
Se nossa jornada foi um tanto diferente,
não vou saber por onde me aventuro.

No tempo existe uma sensibilidade
muito frágil que nos surpreende;
vai nos encaminhando para eternidade
e da matéria um dia nos desprende.

J. Thamiel
Guarulhos, 09.08.18
09:25h

Submited by

Jueves, Agosto 9, 2018 - 13:22

Poesia :

Sin votos aún

J. Thamiel

Imagen de J. Thamiel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 7 horas 55 mins
Integró: 05/02/2016
Posts:
Points: 3056

Comentarios

Imagen de J. Thamiel

Impertinentemente

Impertinentemente desgastável
num caminho sem porto sem retorno
a silhueta do velhinho amável
é enobrecida pelo sol em seu contorno

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of J. Thamiel

Tema Título Respuestasordenar por icono Lecturas Último envío Idioma
Prosas/Otros RUMM, RUMM, RUMM, HÁ UMA POMBA ARRULHANDO NO SEU TELHADO? 0 576 05/27/2016 - 04:22 Portuguese
Prosas/Otros JÁ MANDARAM VOCÊ TIRAR AS CALÇAS? 0 214 05/27/2016 - 04:37 Portuguese
Poesia/General VITÓRIA - (Soneto) 0 240 05/27/2016 - 13:58 Portuguese
Poesia/Fantasía VENTO ANDALUZ 0 285 05/27/2016 - 14:14 Portuguese
Poesia/Amistad HOJE É DIA DO MEU ANIVERSÁRIO 0 237 05/27/2016 - 14:38 Portuguese
Poesia/Comedia BURAQUINHO 0 740 05/28/2016 - 02:26 Portuguese
Poesia/Dedicada FAMÍLIA - (Homenagem aos meus filhos) 0 668 05/28/2016 - 03:38 Portuguese
Prosas/Otros PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS POMBAS. 0 487 05/28/2016 - 04:03 Portuguese
Poesia/Soneto A CHEGADA DAS CHUVAS - (Soneto) 0 892 05/28/2016 - 14:02 Portuguese
Poesia/General CONSOLO -- (Soneto) 0 281 05/29/2016 - 20:57 Portuguese
Prosas/Otros O QUE É QUE 'BALANGA', 'BALANGA', MAS NÃO CAI? 0 304 05/30/2016 - 16:54 Portuguese
Poesia/Soneto CAUSOS - (soneto) 0 976 05/30/2016 - 17:36 Portuguese
Prosas/Otros VOCÊ CHOCALHA CHOCALHOS E PENDURA PENDURICALHOS? 0 449 05/31/2016 - 16:55 Portuguese
Poesia/Amor ILUSÃO 0 224 05/31/2016 - 17:45 Portuguese
Prosas/Otros 'ENSAIO' DE ANÁFORA PLEONÁSTICA 0 730 05/31/2016 - 21:29 Portuguese
Poesia/General EU NÃO ESTOU MAIS AQUI 0 386 06/01/2016 - 15:42 Portuguese
Poesia/Tristeza PESCARIA 0 223 06/02/2016 - 04:01 Portuguese
Poesia/Soneto ESSA TAL FELICIDADE - (soneto) 0 572 06/02/2016 - 15:38 Portuguese
Poesia/Dedicada GALINHA MORTA - (Homenagem à Cora Coralina) 0 996 06/03/2016 - 12:16 Portuguese
Poesia/Amor INOCENTE MATADOR 0 408 06/04/2016 - 01:14 Portuguese
Poesia/Desilusión O JARDINEIRO 0 555 06/04/2016 - 14:38 Portuguese
Poesia/Desilusión ESTOU DE FRENTE PRA VIDA 0 606 06/05/2016 - 15:01 Portuguese
Poesia/General "DISACATU" 0 525 06/05/2016 - 15:46 Portuguese
Poesia/Erótico TUDO AMA - (Homenagem a Menotti Del Picchia) 0 451 06/06/2016 - 14:30 Portuguese
Poesia/General FOI DEUS 0 404 06/07/2016 - 12:16 Portuguese