[Morto]

Morto
Sem ter aberto os olhos.
Sem ter sentido o gosto
Da vida na boca.
Morto
Sem ter o nome lembrado.
Sem imaginar o que é afeto.
Apenas a violência dos gestos,
O desespero da sobrevivência
Em meio ao luto diário.
De uma miséria penetrada na carne,
Que exala dor e odor do caos disfarçado
Que carinhosamente chamamos de tempero.
Morto
Das ordens que nunca cessam.
Refém do silêncio,
Que assombra a noite.
Dos sonhos que viram pesadelos
Por desejos nunca satisfeitos.
Morto
E isso basta.

Pablo Danielli

Submited by

Jueves, Octubre 25, 2018 - 18:56

Poesia :

Sin votos aún

Pablo Gabriel

Imagen de Pablo Gabriel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 1 semana 2 días
Integró: 05/02/2011
Posts:
Points: 2931

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Pablo Gabriel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Amor Flor e espinho 2 492 12/15/2011 - 01:27 Portuguese
Poesia/Amor Motivos 0 649 01/05/2012 - 19:07 Portuguese
Poesia/Meditación O mundo vai acabar 2 481 01/09/2012 - 19:19 Portuguese
Poesia/Amor Corações vagando 0 693 01/10/2012 - 12:31 Portuguese
Poesia/Amor Matar a flor 0 490 01/11/2012 - 11:55 Portuguese
Poesia/Amor Sobre teus passos 0 405 01/11/2012 - 15:08 Portuguese
Poesia/Meditación Pés descalços 0 740 01/20/2012 - 11:36 Portuguese
Poesia/Meditación O pão sobre a mesa 0 628 01/20/2012 - 16:33 Portuguese
Poesia/Meditación Defeitos 0 481 01/21/2012 - 20:52 Portuguese
Poesia/Amor Cicatriz da vida 0 513 01/22/2012 - 17:58 Portuguese
Poesia/Meditación Profere 0 516 01/25/2012 - 13:35 Portuguese
Poesia/Meditación Deixar tudo como está 0 493 01/25/2012 - 13:56 Portuguese
Poesia/Amor Um novo dia Gaúcho 0 552 01/26/2012 - 12:13 Portuguese
Poesia/General Pedidos 0 539 01/27/2012 - 13:09 Portuguese
Poesia/Meditación Não é culpa tua 0 504 01/30/2012 - 11:00 Portuguese
Poesia/Amor Teus olhos negros 1 492 01/31/2012 - 10:36 Portuguese
Poesia/Amor Duvidas no ar 0 731 01/31/2012 - 13:59 Portuguese
Poesia/Amor Sutil Tristeza 0 546 01/31/2012 - 19:01 Portuguese
Poesia/Amor Que culpa tem o tempo 0 348 02/08/2012 - 09:31 Portuguese
Poesia/Meditación Ás horas 2 541 02/10/2012 - 18:28 Portuguese
Poesia/Meditación Noite pequena 2 466 02/13/2012 - 17:38 Portuguese
Poesia/Meditación Diferenças 0 636 02/14/2012 - 17:24 Portuguese
Poesia/General Pátria Amada Brasil 1 559 02/15/2012 - 11:28 Portuguese
Poesia/General Aos olhos do desconhecido 0 644 02/15/2012 - 15:23 Portuguese
Poesia/Meditación Para quem não tem medo 0 636 02/16/2012 - 13:29 Portuguese