Cinza de mim

Sozinho na noite,
como um livro iluminado,
contra as duplas trevas da noite - eu estudo.
Sou apenas o sujeito do verbo estudar.
Pensar, não ouso...
Somente os filósofos pensam antes de estudar.
Mas a luz se apagará antes que o livro difícil seja compreendido.
Nada se deve perder...
Se levanto os olhos do livro, em vez de estudar, eu sonho.
Então, as horas ondulam no vale solitário.
As horas ondulam entre a responsabilidade de um saber e a liberdade dos devaneios;
Ao começar os meus estudos, a mera tomada de consciência dos factos, das formas, do poder do movimento me assombrou, mas não queria parar ali e vaguear o tempo inteiro,
cantando tudo aquilo em cantos.
Não aguento ser apenas um sujeito que abre portas,
que puxa válvulas,
que olha o relógio
que vai lá fora,
que aponta um lápis.
Perdoai...Mas eu preciso ser Outros.
Preciso sentir esse antigo respeito pela noite,
esse falar baixo,
essa mão que tacteia antes de ter,
De refletir-me em olhares...

Submited by

Domingo, Abril 18, 2010 - 13:57

Ministério da Poesia :

Sin votos aún

Sandroska

Imagen de Sandroska
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 16 semanas 2 días
Integró: 04/09/2010
Posts:
Points: 77

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Sandroska

Tema Títuloordenar por icono Respuestas Lecturas Último envío Idioma
Fotos/Perfil 3435 0 410 11/24/2010 - 00:55 Portuguese
Poesia/Amor As pedras que me pisam 1 250 02/18/2020 - 16:48 Portuguese
Poesia/Tristeza Cinza de mim 1 259 04/21/2010 - 17:06 Portuguese
Ministério da Poesia/Fantasía Cinza de mim 0 445 11/19/2010 - 19:30 Portuguese
Poesia/Pasión Contrariei 3 275 04/19/2010 - 11:13 Portuguese
Ministério da Poesia/General Eu escrevo 0 409 11/19/2010 - 19:30 Portuguese
Poesia/Tristeza Memória de mim 1 238 04/21/2010 - 17:00 Portuguese
Poesia/Aforismo Memória passada 1 266 04/27/2010 - 19:33 Portuguese
Poesia/Pensamientos Menina mulher 2 270 04/27/2010 - 22:22 Portuguese
Poesia/Pensamientos Metade de mim 2 253 05/03/2010 - 00:33 Portuguese
Poesia/Dedicada música adormecida 1 209 04/26/2010 - 03:17 Portuguese
Poesia/Pasión O poeta morre 1 235 04/21/2010 - 17:36 Portuguese
Poesia/Tristeza olhar que nada sou 1 397 05/30/2010 - 16:04 Portuguese
Poesia/Pensamientos Passos lentos 1 250 04/28/2010 - 00:34 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicada perguntei ao tempo 0 455 11/19/2010 - 19:30 Portuguese
Poesia/Aforismo procurei ao tempo 1 239 04/18/2010 - 01:25 Portuguese
Poesia/Aforismo Sou o que não sou 2 266 04/29/2010 - 22:54 Portuguese