CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Baudelaire Aforismos : Apenas é igual a outro quem ...

Apenas é igual a outro quem prova sê-lo e apenas é digno da liberdade quem a sabe conquistar. 

Submited by

sábado, maio 21, 2011 - 19:59

Poesia Consagrada :

No votes yet

Baudelaire

imagem de Baudelaire
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 43 semanas
Membro desde: 12/29/2008
Conteúdos:
Pontos: 199

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Baudelaire

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Obsessão 0 588 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Sedução do Nada 0 630 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Spleen 0 484 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Tédio 0 529 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : O Ideal 0 268 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : A Giganta 0 483 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Perfume Exótico 0 545 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Intangível 0 638 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Génio do Mal 0 370 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Sed non satiata 0 831 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Esterilidade 0 431 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Os Mochos 0 565 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Os Mochos 0 450 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : A Música 0 456 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Sepultura d'um poeta maldito 0 700 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Uma gravura fantástica 0 320 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : O Morto prazenteiro 0 395 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : O Tonel do Rancor 0 397 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Elevação 0 347 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : Correspondências 0 524 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : A Musa Enferma 0 301 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : A Musa Venal 0 403 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : O Monge Maldito 0 350 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : O Inimigo 0 485 11/19/2010 - 16:54 Português
Poesia Consagrada/Geral Charles Baudelaire : O Azar 0 508 11/19/2010 - 16:54 Português