CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Lord

O Lord

Lord que eu fui de Escócias doutra vida
Hoje arrasta por esta a sua decadência,
Sem brilho e equipagens.
Milord reduzido a viver de imagens,
Pára às montras de jóias de opulência
Num desejo brumoso --- em dúvida iludida...
(--- Por isso a minha raiva mal contida,
--- Por isso a minha eterna impaciência.)

Olha as Praças, rodeia-as...
Quem sabe se ele outrora
Teve Praças, como esta, e palácios e colunas ---
Longas terras, quintas cheias,
Iates pelo mar fora,
Montanhas e lagos, florestas e dunas...

(--- Por isso a sensação em mim fincada há tanto
Dum grande património algures haver perdido;
Por isso o meu desejo astral de luxo desmedido ---
E a Cor na minha Obra o que ficou do encanto...)

Mário de Sá-Carneiro

Submited by

quarta-feira, abril 1, 2009 - 01:12

Poesia Consagrada :

No votes yet

MariodeSaCarneiro

imagem de MariodeSaCarneiro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 27 semanas
Membro desde: 04/01/2009
Conteúdos:
Pontos: 120

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MariodeSaCarneiro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - Mario de Sa Carneiro 0 585 11/24/2010 - 00:33 Português
Poesia Consagrada/Geral Ângulo 0 441 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Sete Canções de Declínio 0 397 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Taciturno 0 442 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Apoteose 0 416 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral 7 0 455 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Vislumbre 0 320 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral 16 0 440 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral A Queda 0 298 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Rodopio 0 288 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Vontade de Dormir 0 375 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Inter-Sonho 0 265 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Escavação 0 298 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Partida 0 246 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Ápice 0 309 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Amor O amor 0 686 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Serradura 0 432 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Estátua Falsa 0 533 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Caranguejola 0 487 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Manucure 0 493 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Crise Lamentável 0 449 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral O Fantasma 0 440 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral El-Rei 0 387 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral AQUELOUTRO 0 467 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Quasi 0 483 11/19/2010 - 16:49 Português