CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Fujo…

Aparente é o tempo meu
Em tudo quanto morrendo
Não morre, fica e me prende
De incerteza e na ausência

De plateia sindica, ansioso
Perante a audiência, eu
A quem o tempo pesa
A fadiga e adia a morte

Aparente do fuso tempo,
Que não morre, prende
E de soslaio me fita…
Milito gestos e anúncios

Do meu desempenho
De humano infecundo,
O mundo é porventura
Só um mundo e acaso

Haja outro, não tem
Importância nem me
É útil a mesmíssima sorte…
Aparente é o meu tempo

Mil, montando palavras
Em escadote e escalas,
Nomes em saldo, incluo
Nada meu nem aprendo

O mecanismo do aparente
Tempo…fujo.

Jorge Santos (03/09/2015)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, março 2, 2018 - 18:07

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 19 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40692

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de DouglasFagundesMurta

Bravo

Que beleza!

imagem de Joel

a beleza

do vosso olhar

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

fujo

fujo Do meu desempenho
De humano infecundo,
O mundo é porventura
Só um mundo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Cego debruçado em via-estreita 290 707 03/30/2019 - 13:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Botto 261 2.023 03/30/2019 - 13:21 Português
Ministério da Poesia/Geral Difícil é sair de mim, eu mesmo... 557 1.225 03/30/2019 - 13:19 Português
Ministério da Poesia/Geral O poema d'hoje não é diferente ... 357 1.239 03/30/2019 - 13:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Todos os nomes que te dou, são meus ... 284 1.677 03/30/2019 - 13:15 Português
Ministério da Poesia/Geral Pax pristina 176 1.853 03/30/2019 - 12:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Caminho, por não ter fé ... 369 1.198 03/30/2019 - 12:16 Português
Ministério da Poesia/Geral O azedume no vinagre ou rumo a Centauro-A 209 1.274 03/30/2019 - 12:14 Português
Poesia/Geral o sabor da terra 296 707 03/30/2019 - 12:12 Português
Poesia/Geral Inté'que poema se chame de Eu ... 243 1.195 03/30/2019 - 12:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Igual a toda'gente... 287 1.260 03/30/2019 - 12:10 Português
Ministério da Poesia/Geral À excelência ! 160 1.622 03/30/2019 - 12:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Contraditório, só eu sou... 181 866 03/30/2019 - 12:07 Português
Ministério da Poesia/Geral Cuido que não sei, 172 1.253 03/30/2019 - 12:05 Português
Ministério da Poesia/Geral “Semper aeternum” 211 1.237 03/30/2019 - 12:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Sei porque vejo, 222 1.802 03/30/2019 - 12:04 Português
Ministério da Poesia/Geral O poço do Oráculo… 30 191 12/02/2018 - 19:39 Português
Ministério da Poesia/Intervenção (Os Míseros não Têm Mando) 17 1.151 12/02/2018 - 19:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Canto ao dia, pra que à noite não… 19 154 12/02/2018 - 19:13 Português
Poesia/Geral (Meu reino é um prado morto) 24 758 12/02/2018 - 19:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Canção Cansei 24 585 12/02/2018 - 19:02 Português
Poesia/Geral Tenho um conto pra contar 16 689 12/02/2018 - 19:00 Português
Ministério da Poesia/Aforismo não sei quem sou 21 906 12/02/2018 - 18:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Prazer da busca… 17 97 12/02/2018 - 18:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Com a mesa encostada aos lábios… 12 283 12/02/2018 - 18:47 Português