CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Não é preciso pedir…

Não é preciso pedir perdão
Solenemente , basta um aceno
Mudo da janela, ou do coração,
Deixar o peito roçar o queixo,

Para sentir que somos perdoados,
Como os poetas todos deviam ser,
Mesmo estando errados ou não,
Se for preciso perdoamos a dor

Avessa, como se fosse a nós alheia,
Perdoamos até o próprio pensar,
Quando é negro e ainda perdemos
A mossa do queixo no nosso peito,

Pensando não ser necessário
Agradecer esse simples perdão…

Joel Matos (10/2015)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 17:04

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 horas 21 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 33860

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

Perdoamos até o próprio pensar,

dos outros

imagem de Joel

perdoados, Como os poetas todos deviam ser, Mesmo estando errad

perdoados,
Como os poetas todos deviam ser,
Mesmo estando errados, eu não

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Por amor ao meu país… 44 354 12/03/2018 - 11:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como rei deposto numa nação de rosas ... 59 327 12/03/2018 - 11:49 Português
Ministério da Poesia/Geral Na extrema qu’esta minh’alma possui. 22 129 12/03/2018 - 11:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Governador de mim… 36 406 12/03/2018 - 11:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Tudo isso me dói e odeio… 33 107 12/03/2018 - 11:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Sendo eu outro 22 138 12/03/2018 - 11:28 Português
Ministério da Poesia/Geral Aos pássaros acresce o voar 21 99 12/03/2018 - 11:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha voz não vê … 19 228 12/03/2018 - 11:23 Português
Ministério da Poesia/Geral Pois tudo o que se move é sagrado. 27 184 12/03/2018 - 11:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou um homem complicado… 15 137 12/02/2018 - 19:49 Português
Ministério da Poesia/Geral É hoje o dia… 24 118 12/02/2018 - 19:46 Português
Ministério da Poesia/Geral O meu préstimo… 31 265 12/02/2018 - 19:44 Português
Poesia/Geral O triunfo dos relógios ... 21 244 12/02/2018 - 19:40 Português
Ministério da Poesia/Geral O poço do Oráculo… 30 116 12/02/2018 - 19:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou feliz porque não escrevo… 18 168 12/02/2018 - 19:35 Português
Ministério da Poesia/Intervenção (Os Míseros não Têm Mando) 17 1.053 12/02/2018 - 19:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Tão livre quanto prisioneiro… 40 170 12/02/2018 - 19:32 Português
Ministério da Poesia/Geral As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos. 13 331 12/02/2018 - 19:14 Português
Ministério da Poesia/Geral Canto ao dia, pra que à noite não… 19 120 12/02/2018 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Geral (Ouçam-me, pra que eu possa…) 18 212 12/02/2018 - 19:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Atrás de mim Gigantes 46 182 12/02/2018 - 19:09 Português
Poesia/Geral (Meu reino é um prado morto) 24 386 12/02/2018 - 19:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Canção Cansei 24 320 12/02/2018 - 19:02 Português
Poesia/Geral Tenho um conto pra contar 16 629 12/02/2018 - 19:00 Português
Ministério da Poesia/Geral Meu cabelo é água e pêlo, sonho é sentir vê-lo… 19 161 12/02/2018 - 18:59 Português