CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O que fazes …


O que fazes do teu tempo ...

No  fim do arvoredo e do tempo,
Não temas anjo negro ou cisne
Branco, ouve apenas o canto da alma,
Em que te enredas, fantasia

E brinca de dia ou de noite
Com o que te cerca, como queiras…
Em prováveis ou incertos caminhos.
Deles jorram milhares de grãos de areia

Em enormes mãos de vento.
Os ramos de veludo
Acariciam-te o pensamento,
Mas não saberás jamais o que dizem

E porque se demoram tanto
Na tua face, por todo o teu corpo,
Vestido apenas de tempo,
E por fim… indiferente a sorte,

Como um atleta acabado.
No fim de tudo,
É o desejo de alcançar algo
Que define na alma o teu caminho

Do ser (e o que fazer do teu tempo)
Tudo o resto será couto vedado
Ou simplesmente ficará por achar,
Como um livro fechado…ignorado.

Jorge Santos (08/2011)
Http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, março 5, 2018 - 18:03

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 19 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 39366

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

É o desejo de alcançar

É o desejo de alcançar algo
Que define na alma o teu caminho

Do ser (e o que fazer do teu tempo)
Tudo o resto será couto vedado
Ou simplesmente ficará por achar,
Como um livro fechado…ignorado.

imagem de Joel

É o desejo de alcançar

É o desejo de alcançar algo
Que define na alma o teu caminho

Do ser (e o que fazer do teu tempo)
Tudo o resto será couto vedado
Ou simplesmente ficará por achar,
Como um livro fechado…ignorado.

imagem de Joel

É o desejo de alcançar

É o desejo de alcançar algo
Que define na alma o teu caminho

Do ser (e o que fazer do teu tempo)
Tudo o resto será couto vedado
Ou simplesmente ficará por achar,
Como um livro fechado…ignorado.

imagem de Joel

Em enormes mãos de vento. Os

Em enormes mãos de vento.
Os ramos de veludo
Acariciam-te o pensamento,

imagem de Joel

O que fazes do teu tempo ...

O que fazes do teu tempo ...

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Títuloícone de ordenação Respostas Views Last Post Língua
Poesia/Geral Em Vila, Praia ou Âncora … 1 367 02/20/2018 - 18:03 Português
Ministério da Poesia/Geral "Semper aeternum" 13 420 10/16/2018 - 09:28 Português
Ministério da Poesia/Geral A hora é do tempo, a Ágora 10 277 03/21/2018 - 13:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Antes de tud’o mais ... 13 258 10/16/2018 - 09:30 Português
Poesia/Geral I can fly ... 11 471 10/16/2018 - 09:41 Português
Ministério da Poesia/Geral JOEL MATOS 14 517 10/16/2018 - 09:31 Português
Poesia/Geral Morto vivo eu já sou … 496 627 05/09/2019 - 11:06 Português
Poesia/Geral O erro de Descartes 479 655 04/09/2019 - 11:49 Português
Prosas/Contos O Transhumante Ou "Versus de Montanya Mayor" 1 1.361 02/28/2018 - 17:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Peixes ... 10 504 05/25/2018 - 09:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Puder-eu-o-ter 10 274 08/07/2018 - 16:44 Português
Ministério da Poesia/Geral V de Vitória - Revolução - 537 1.171 04/03/2019 - 16:43 Português
Poesia/Geral "Ida e volta" 10 449 05/25/2018 - 09:39 Português
Ministério da Poesia/Geral "Je ne dis rien, tu m'écoutes" 468 1.117 03/30/2019 - 17:13 Português
Ministério da Poesia/Geral "Palavras meias" 10 509 03/23/2018 - 10:04 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sinto" 13 611 10/16/2018 - 09:29 Português
Ministério da Poesia/Aforismo "Tarou" 10 1.824 03/23/2018 - 10:17 Português
Ministério da Poesia/Geral "y Grego" 0 257 03/05/2018 - 12:31 Português
Poesia/Geral (1820) 305 1.171 03/30/2019 - 17:14 Português
Ministério da Poesia/Geral (Busco a eternidade-num-saco-vazio) 265 336 06/07/2019 - 19:55 Português
Ministério da Poesia/Geral (Demente em contra-mão) 10 231 05/25/2018 - 09:41 Português
Ministério da Poesia/Geral (Do que me vai na alma) 10 358 03/23/2018 - 18:46 Português
Poesia/Geral (Meu lar é uma taberna) 10 430 04/10/2018 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Geral (Meu reino é um prado morto) 10 364 03/28/2018 - 17:07 Português
Poesia/Geral (Meu reino é um prado morto) 24 447 12/02/2018 - 19:04 Português