CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sou um homem complicado…

 

Sou um homem complicado, pondo
De lado a saudade do que queria,
Escondo o que penso da abdicação
E o que quero é um santo remédio,
Que dê combate ao absurdo que sou

E queria para deixar de existir o que
Quero por encanto e enquanto falar
A saudade tão alto que não haja
Maneira de ouvir não pensar, se quero

O impossível que continuo a querer
Por teimosia e nao por bom senso
Ou a incapacidade de ter saudade de tudo,
Pois sinto saudade do sorriso, pondo

De lado a razão, com que não lido,luto…
Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

Quem sabe a minha vinda depois de viver,
Explicando tão concreta porém abstracta, tinta…

Jorge Santos (03/09/2015)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 12:09

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 dias 17 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40615

Comentários

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral À excelência ! 160 1.031 03/30/2019 - 11:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Contraditório, só eu sou... 181 612 03/30/2019 - 11:07 Português
Ministério da Poesia/Geral Cuido que não sei, 172 924 03/30/2019 - 11:05 Português
Ministério da Poesia/Geral “Semper aeternum” 211 688 03/30/2019 - 11:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Sei porque vejo, 222 1.092 03/30/2019 - 11:04 Português
Ministério da Poesia/Geral O poço do Oráculo… 30 139 12/02/2018 - 18:39 Português
Ministério da Poesia/Intervenção (Os Míseros não Têm Mando) 17 1.103 12/02/2018 - 18:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Canto ao dia, pra que à noite não… 19 135 12/02/2018 - 18:13 Português
Poesia/Geral (Meu reino é um prado morto) 24 542 12/02/2018 - 18:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Canção Cansei 24 405 12/02/2018 - 18:02 Português
Poesia/Geral Tenho um conto pra contar 16 663 12/02/2018 - 18:00 Português
Ministério da Poesia/Aforismo não sei quem sou 21 883 12/02/2018 - 17:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Prazer da busca… 17 81 12/02/2018 - 17:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Com a mesa encostada aos lábios… 12 226 12/02/2018 - 17:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Porque Poema és Tu 22 111 12/02/2018 - 17:47 Português
Poesia/Geral Nêsperas do meu encanto… 16 374 12/02/2018 - 17:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Natureza viva 13 232 12/02/2018 - 17:44 Português
Ministério da Poesia/Aforismo aresta ou 10 1.807 11/28/2018 - 16:38 Português
Ministério da Poesia/Dedicado teresa dia bom 12 1.042 11/28/2018 - 16:35 Português
Ministério da Poesia/Gótico ragon 10 1.722 11/28/2018 - 16:33 Português
Ministério da Poesia/Aforismo par 10 1.516 11/28/2018 - 16:27 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Joel 10 2.096 11/28/2018 - 16:26 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Vanda 11 1.805 11/28/2018 - 16:23 Português
Ministério da Poesia/Aforismo comentarios 10 1.442 11/28/2018 - 16:20 Português
Ministério da Poesia/Aforismo segredo 10 1.184 11/28/2018 - 16:18 Português