CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A 2ª Dose

Uma rosa atônita
pergunta-me de qual
jardim foi exilada;
e chora orvalho
e macula o assoalho.

Está morto o Colibri
que ouvia minha poesia
e assinava minha alforria.
E nu está o vestido
da flamenca dança
que girava M.
ao som da gitana Boheme.

Sinto falta de Ana
das mil noites.
Na Lapa ela me espera
para o drinque que tomaremos,
entre tantos mais,
a um só menos.

Quem dera, fosse agora,
minha última espera.
Quem dera, o Jarro quebrado
lavasse meu Fado.
Quem dera, a janela quebrada
testemunhasse a jura trocada,
a cama desfeita
e a noite perfeita.

Quem dera, só houvesse
depois de amanhã.
E a náusea nem chegasse
ao Espaço onde transito,
no Tempo que habito.

 

                 Para as poetisas - Ana Lago de Luz e Teresa Azevedo.

Submited by

quarta-feira, fevereiro 15, 2012 - 11:34

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 3 anos 34 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Comentários

imagem de MarneDulinski

A 2ª Dose!

Lindo poema, gostei muito!

Meus parabéns,

Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Prosas/Contos Valeu a pena mulher? 0 406 11/18/2010 - 23:48 Português
Prosas/Outros Schopenhauer e o Pessimismo 0 468 11/18/2010 - 23:48 Português
Prosas/Outros Os Pais, o Filho e o Asilo 0 1.117 11/18/2010 - 23:48 Português
Prosas/Outros Rótulo Vencido 0 988 11/18/2010 - 23:51 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 2.270 11/18/2010 - 23:51 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - 1ª Parte 0 1.192 11/18/2010 - 23:51 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 592 11/18/2010 - 23:51 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 1.552 11/18/2010 - 23:51 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 635 11/18/2010 - 23:51 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 1.033 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros COLETIVISMO - Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 1.758 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 991 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 1.045 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 652 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 694 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 480 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 859 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Saudade A Valsa 0 1.265 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 645 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 1.056 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 1.373 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 579 11/18/2010 - 23:55 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 2.086 11/18/2010 - 23:56 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 403 11/18/2010 - 23:56 Português
Prosas/Outros Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 0 720 11/18/2010 - 23:56 Português