CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

4 ESTROFES PARA RIR... OU CHORAR?


1...
Somente na hora do uso
Saberemos se ele é torto ou direito
Porque amigo é como parafuso
Só se conhece na hora do aperto.

2...
Dizem que o amor é cego
E que alimenta a nossa ilusão
Uma coisa é certa e não nego
O casamento devolve a visão.

3...
Casamento que começa em motel
Desvirtuando a sua tradição
Antecipando a lua de mel
Acaba terminando em “pensão”.

4...
Quem é malandro de fato?
Para aguçar a sua lembrança
É o pato, nasceu de dedos colados.
Só para não por a aliança.


"Os meus poemas abrangem temas universais, onde deixo aflorar a minha criatividade, não sendo necessariamente a minha opinião pessoal, sou um mero instrumento a serviço das artes."
José Carlos Gueta

Submited by

quarta-feira, fevereiro 24, 2010 - 04:13

Poesia :

No votes yet

poetadoabc

imagem de poetadoabc
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 semanas 5 dias
Membro desde: 09/05/2009
Conteúdos:
Pontos: 6463

Comentários

imagem de Clarisse

Re: 4 ESTROFES PARA RIR... OU CHORAR?

Para mim são para rir... :-D

Gostei bastante, uma mensagem bem-humorada que acaba nos fazendo reflectir.

Beijo,
Clarisse

imagem de danyfilipa

Re: 4 ESTROFES PARA RIR... OU CHORAR?

eu li e ri :-D
e li e meditei :-)

gostei
beijo :-)

imagem de MICA

Re: 4 ESTROFES PARA RIR... OU CHORAR?

GOSTEI DOS SEUS VERSOS, PARA RIR CLARO....., SÃO MUITO ENGRAÇADOS, SÓ NÃO CONCORDO NO FACTO DO CASAMENTO SER O MOTIVO DE SE DEIXAR DE AMAR, ENTÃO NESSES CASOS PRA QUE SERVE CASAR? HOJE EM DIA NINGUÉM PRECISA CASAR PARA CONHECER O/A PARCEIRO/A.

UM ABRAÇO

MICA

imagem de MarneDulinski

Re: 4 ESTROFES PARA RIR... OU CHORAR?

COMEÇOU SUA MENSAGEM COM ESTA LINDA FIGURA, COM UM LINDO SORRISO, ALEGRE E DE BOA AMIZADE!
Somente na hora do uso
Saberemos se ele é torto ou direito
Porque amigo é como parafuso
Só se conhece na hora do aperto.
Não concordo totalmente, porque na ora do aperto mesmo sendo amigo, talvez não possa te ajudar em assuntos físicos, mas o possa ajudar com palavras e carinhos, este é o grande amigo...
Meus parabéns,
Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of poetadoabc

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação SIGNIFICADOS (PARA LER E RELER) 0 1.057 07/12/2017 - 02:46 Português
Poesia/Meditação METANÓIA: MUDANÇA DE VIDA 0 501 07/12/2017 - 02:44 Português
Poesia/Geral SALVA DE PALMAS 0 2.441 06/14/2017 - 02:37 Português
Poesia/Meditação VOCÊ É IMPORTANTE! 0 461 06/14/2017 - 02:30 Português
Poesia/Amizade INSPIRAÇÃO 0 468 06/14/2017 - 02:25 Português
Poesia/Meditação CARROÇA VAZIA 1 513 06/13/2017 - 03:34 Português
Poesia/Meditação REDUZIR, RECICLAR e REUTILIZAR 0 501 06/12/2017 - 18:20 Português
Poesia/Aniversários FELIZ ANIVERSÁRIO NICOLLY KARINE 0 476 06/12/2017 - 18:16 Português
Poesia/Meditação CRÍTICA PELA CRÍTICA 0 350 05/27/2017 - 03:29 Português
Poesia/Comédia TEATRO DA VIDA 0 564 05/27/2017 - 03:26 Português
Poesia/Acrósticos BILL GATES 0 297 05/27/2017 - 03:23 Português
Poesia/Fantasia FLAGRANTE 0 430 05/25/2017 - 01:51 Português
Poesia/Meditação PALAVRAS GEMEAS 0 620 05/25/2017 - 01:43 Português
Poesia/Dedicado MEMÓRIA 0 411 05/25/2017 - 01:07 Português
Poesia/Meditação BELEZA EFÊMERA 0 257 05/21/2017 - 19:44 Português
Poesia/Meditação A VIDA 1 211 05/20/2017 - 21:38 Português
Poesia/Tristeza PAVIO CURTO 0 661 05/20/2017 - 01:48 Português
Poesia/Meditação ALVO 0 254 05/20/2017 - 01:39 Português
Poesia/Dedicado CACHOEIRA DA FUMAÇA 3 357 05/19/2017 - 12:53 Português
Poesia/Tristeza MAU HUMOR 0 403 05/19/2017 - 00:28 Português
Poesia/Meditação TEMPESTADE 0 390 05/19/2017 - 00:23 Português
Poesia/Meditação JESUS APAZIGUA A TEMPESTADE 0 336 05/16/2017 - 23:44 Português
Poesia/Amor BARCO DO AMOR 0 243 05/16/2017 - 23:38 Português
Poesia/Amor OMISSÃO SENTIMENTAL 0 705 05/10/2017 - 17:04 Português
Poesia/Intervenção MONSENHOR ALDO DE MELO BRANDÃO 0 543 05/10/2017 - 15:41 Português