CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Acordes de Amor

Pego meu violão e toco baladas de festa,
Minha voz entoa canções de alegria;
Na felicidade que a música empresta
Deixo-me seduzir por doce alegoria!

No compasso o ritmo se acentua,
Minha boca sussurra palavras de louvor;
Na cadência intensa de uma alegria nua,
Vozes se elevam em homenagem ao amor!

De repente me sinto ébrio de emoção,
A música insinua uma felicidade plena;
Sinto arder em chamas o meu coração
E o amor transfigura todos os meus dilemas!

Lágrimas abundantes inundam minha face,
Mas continuo firme com meu violão a tocar;
São sinfonias que não camuflam disfarce
E que lembram ao homem a sublimidade de amar!

Deixo no ar sintomas de indelével sinfonia
E minha voz emoldurada em taças de cristais;
São excelsos instantes de pura melodia
Em que uma música solene se faz!

Submited by

segunda-feira, novembro 16, 2009 - 02:34

Poesia :

No votes yet

imelo

imagem de imelo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 2 horas
Membro desde: 09/09/2009
Conteúdos:
Pontos: 1175

Comentários

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Acordes de Amor

Parabéns pelo belo poema.

Gostei.

Um abraço,
REF

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Acordes de Amor

Parabéns pelo belo poema.

Gostei.

Um abraço,
REF

imagem de Mpiosso-ye-kongo

Re: Acordes de Amor

belos acordes em um ritmo maravilhoso.
adorei o teu poema.
um grande aabraço :hammer: :pint:

imagem de cecilia

Re: Acordes de Amor

Imelo,

Muito linda tua poesia, particularmente gostei desta estrofe, me remete ao momento vivido com um grande amor.
De repente me sinto ébrio de emoção,
A música insinua uma felicidade plena;
Sinto arder em chamas o meu coração
E o amor transfigura todos os meus dilemas!
Abçs.

imagem de MarneDulinski

Re: Acordes de Amor

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO!
Deixo no ar sintomas de indelével sinfonia
E minha voz emoldurada em taças de cristais;
São excelsos instantes de pura melodia
Em que uma música solene se faz!

Meus parabéns,
Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of imelo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Gótico SOCIOPATIA 0 50 04/06/2020 - 04:55 Português
Poesia/Geral ÚLTIMOS SUSPIROS 0 16 04/05/2020 - 19:20 Português
Poesia/Geral ALMA DESNUDA 0 35 03/31/2020 - 23:56 Português
Poesia/Geral SUBJETIVISMO 0 33 03/31/2020 - 00:57 Português
Poesia/Soneto CIÚME 0 41 03/30/2020 - 03:28 Português
Poesia/Geral O PENSAMENTO 0 36 03/27/2020 - 00:10 Português
Poesia/Geral VETORIAIS 0 60 03/25/2020 - 05:00 Português
Poesia/Soneto VIÇO 0 61 03/24/2020 - 05:13 Português
Poesia/Soneto DIA FESTIVO 0 59 03/24/2020 - 02:51 Português
Poesia/Soneto BILATERAL 0 32 03/23/2020 - 04:17 Português
Poesia/Soneto SINTOMAS 0 59 03/21/2020 - 22:26 Português
Poesia/Soneto VESTÍGIOS 0 36 03/21/2020 - 21:51 Português
Poesia/Soneto PRINCÍPIOS 0 50 03/21/2020 - 02:29 Português
Poesia/Soneto INSTANTES ÚLTIMOS 0 49 03/20/2020 - 02:58 Português
Poesia/Geral DÚVIDAS 0 54 03/17/2020 - 03:26 Português
Poesia/Geral VÍRUS 0 71 03/14/2020 - 02:17 Português
Poesia/Soneto VEREDAS ÍNTIMAS 0 42 03/12/2020 - 02:46 Português
Poesia/Soneto MUNDO CÃO 0 113 03/11/2020 - 05:18 Português
Poesia/Amor SONATA DE AMOR 0 44 03/09/2020 - 01:56 Português
Poesia/Soneto O MUNDO 0 39 03/09/2020 - 00:02 Português
Poesia/Geral AUTOCÍDIO 0 111 03/08/2020 - 18:43 Português
Poesia/Soneto SAUDOSISMO 0 52 03/07/2020 - 04:02 Português
Poesia/Soneto MAR DE TERRA 0 62 03/06/2020 - 03:42 Português
Poesia/Soneto JUÍZO 0 96 03/01/2020 - 03:47 Português
Poesia/Geral INEXORÁVEIS 0 90 02/29/2020 - 01:40 Português