CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Amor entre poetas

Amar um poeta
é amar acima da linha sentida…

Amar um poeta
com o amor da poetisa
é amar
os sentidos sublimes da vida…

Impulsos vibrantes
quando oscilam
do amor para a dor…

Profundo mergulho
nas distintas sensibilidades…

Naufragar no sal
imergir nas areias desérticas
emergir num manto anil…

Amar um poeta
no amor da poetisa
é transpor a demência da loucura sadia…

É amar perdidamente
chorar docemente
assim como quem canta
no bico de uma águia
a voar a planície
e os píncaros do “Everest” com vida…

O amor entre poetas
é amar o destino destemidamente
como quem sente assim
livremente as páginas da existência
com reverência…

 

Submited by

quinta-feira, outubro 20, 2011 - 06:00

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 1 semana
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de RICARDORODEIA

Maravilhoso!"Maravilhado"! 

Maravilhoso!

"Maravilhado"!

 

... só uma dúvida me inquieta a existência... interferências que sinto a intermitencias ... entre a emoção que experimentei

e a consciência de que o poeta, não é simplesmente e apenas poeta... mas todas as outras coisas mais...

 

sublime

 

parabéns ao Teu Coração.

 

Abraço. 

imagem de RZorpa

Confesso a minha

Confesso a minha vulnerabilidade, como me sinto pequeno, perante o Belo. É como se fosse anestesiado e encantado ficasse...

Assim me sinto, perante este poema...

Rz

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo O tempo é singular 0 468 09/16/2010 - 18:40 Português
Poesia/Aforismo Paisagem abstracta do paraíso 2 534 09/14/2010 - 21:20 Português
Poesia/Aforismo Padrão unificado 1 870 09/14/2010 - 19:23 Português
Poesia/Aforismo Dá-me a voz da razão 1 450 09/13/2010 - 00:50 Português
Poesia/Aforismo Na luz de cada olhar 4 559 09/10/2010 - 18:52 Português
Poesia/Meditação Que posso eu fazer? 4 397 09/10/2010 - 03:24 Português
Poesia/Aforismo Repetições do tempo 3 553 09/10/2010 - 03:11 Português
Poesia/Meditação Voos que abrigam o céu 2 657 09/08/2010 - 16:33 Português
Poesia/Meditação Por vezes não faço nada 1 557 09/05/2010 - 23:09 Português
Poesia/Intervenção Quando os homens assim o quizerem 1 416 09/05/2010 - 23:08 Português
Poesia/Meditação Guardo nos bolsos a Primavera 2 268 09/05/2010 - 23:07 Português
Poesia/Amor Esboços de amor em puros sentimentos 2 765 09/05/2010 - 23:06 Português
Prosas/Pensamentos Prisioneiros do mundo interno 1 716 09/03/2010 - 21:38 Português
Poesia/Meditação Desilusão 2 423 08/29/2010 - 01:52 Português
Poesia/Amor A leveza dos amantes 5 292 08/10/2010 - 21:46 Português
Poesia/Meditação Folhas soltas ao vento 0 584 07/24/2010 - 08:57 Português
Poesia/Amor O teu retrato 4 602 07/18/2010 - 12:20 Português
Poesia/Amor Ardente 1 699 07/17/2010 - 22:20 Português
Poesia/Geral Ecos mudos 3 251 07/16/2010 - 21:33 Português
Poesia/Meditação Verdadeira essência 0 374 07/09/2010 - 18:20 Português
Poesia/Amor Prantos de volúpia 3 494 07/05/2010 - 14:32 Português
Poesia/Meditação Fronteiras vazias 1 395 06/19/2010 - 21:48 Português
Poesia/Meditação Nostalgias 3 456 06/18/2010 - 21:54 Português
Poesia/Amor Luz da paixão 2 293 06/16/2010 - 17:09 Português
Poesia/Meditação Um todo de tudo...Um pouco de nada 1 384 05/16/2010 - 16:06 Português