CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ana Lyra

Sangra-te nas mãos
Um sonho decapitado
Um amor alvoraçado
Que atravessa a tua alma
Despindo-te obliquamente
Para te amar depois…

Insistentemente!

E te abandonar de novo
Na seda dos lençóis.

Nasceste Poeta
Para amar e decifrar
O silêncio sepulcral
Dos longínquos desertos
Que cercam a tua vida.

É das tuas roupas rasgadas
Que se exala o perfume suave
De quem rasga o corpo e a pele
Sempre que o amor descreve
Sempre que o amor, pressente
como quem morde e sangra
Um beijo para sempre, adiado!
VÓNY FERREIRA

Submited by

sábado, julho 3, 2010 - 12:11

Poesia :

No votes yet

admin

imagem de admin
Offline
Título: Administrador
Última vez online: há 8 semanas 6 dias
Membro desde: 09/06/2010
Conteúdos:
Pontos: 44

Comentários

imagem de analyra

Re: Ana Lyra

Há sempre um ponto final para dor
há sempre uma aponte, afinal, ao amor.
A vida passa inexorável
amar, viver, morrer e ressuscitar, é saudável...

Sempre arrancarei minha pele,
amar fere,
sempre pedirei que em mim impere
a entrega

Sou uma alma que não se nega à loucura
buscar o amor, é uma doença sem cura

E assim persevero,
sou uma uma mulher de fibra,
sei muito bem o que quero...

Querida amiga, lindo, lindíssimo poema, que mais dizer, além que me és uma das mais queridas escritoras e amigas que já passaram nessa estrada da vida.

Quero dizer-te que não tenho palavras para agradecer o apoio, a amizade, a dedicação, o verdadeiro amor fraterno que tens dedicado-me.

Cara amiga, mais uma vez muito me honras em dar-me a oportunidade de passear pelos teus versos.

Amo-te cara amiga.

MUITO OBRIGADO,
Nem preciso dizer...

Favoritasso!!!!!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of admin

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor O ainda desvario 3 819 03/27/2008 - 16:25 Português
Poesia/Amor Apenas humanos 1 1.080 03/24/2008 - 15:57 Português
Prosas/Outros O escritor é a sua árvore 1 2.529 03/20/2008 - 15:05 Português
Poesia/Meditação Dialogo existencial e outras comédias 1 1.011 03/18/2008 - 00:21 Português
Prosas/Outros O homem sonha, a obra nasce. Deus existe? 2 1.821 03/11/2008 - 21:45 Português