CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A angústia de Caim

Na sombra do crepúsculo, em terras distantes, 
Caim peregrina, alma em tormento, 
A angústia dilacera, são cruéis feridas 
Que oprimem o coração, sem alento. 
 
O fardo da inveja, semente do mal, 
Em seu peito ecoa, cruel e insano, 
A disputa interna, uma tempestade, 
Que o arrasta ao abismo, num trágico engano. 
 
Entre a luz e a sombra, sua alma debate, 
O amor fraternal, a dor que dilacera, 
A raiva voraz, a culpa que o aflige, 
Em conflito constante, a luta desespera. 
 
O olhar para o irmão, adensado em inveja, 
Semeia a semente do ódio profundo, 
E o coração, em desespero, se queixa, 
Ao destino cruel que lhe é imposto neste mundo. 
 
Caim, filho de Adão, irmão de Abel, 
Sente o peso da escolha, o peso do destino, 
Num embate de paixões, num turbilhão cruel, 
Entre o amor e o ódio, se perde no desatino. 
 
Na solidão da noite, sob as estrelas frias, 
Caim enfrenta o tormento, a angústia avassaladora, 
Na alma dilacerada, a batalha é sombria, 
E o sangue fraternal manchará a história agora. 

 
Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, abril 12, 2024 - 03:41

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 horas 7 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 16169

Comentários

imagem de J. Thamiel

Caro poeta

Feliz escolha do texto.
Feliz abordagem.

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Títuloícone de ordenação Respostas Views Last Post Língua
Poesia/Intervenção (In) Sanidade 3 625 12/26/2022 - 11:54 Português
Poesia/Intervenção 11 de Setembro 5 445 09/11/2023 - 19:49 Português
Poesia/Alegria 36 10 2.150 11/13/2009 - 20:15 Português
Poesia/Alegria 47 0 1.842 11/13/2020 - 19:29 Português
Poesia/Alegria 48 0 1.228 11/13/2021 - 12:24 Português
Poesia/Aniversários 49 3 654 11/13/2022 - 11:44 Português
Poesia/Aniversários 50 5 805 11/13/2023 - 11:21 Português
Poesia/Pensamentos A (in)justiça social 0 1.438 05/17/2021 - 22:17 Português
Poesia/Pensamentos A admiração na imaginação 0 1.843 04/30/2020 - 14:28 Português
Poesia/Pensamentos A agonia de querer ser livre 0 2.536 10/22/2015 - 02:30 Português
Poesia/Pensamentos A alma do poeta é um oceano 5 1.618 08/01/2023 - 21:08 Português
Poesia/Tristeza A alma é o lugar da saudade 0 831 12/04/2020 - 23:49 Português
Poesia/Tristeza A Alma que Sente 1 1.648 03/06/2010 - 23:27 Português
Poesia/Meditação A angústia de Caim 7 1.329 04/15/2024 - 00:52 Português
Poesia/Fantasia A armadilha na teia de aranha 5 527 04/17/2023 - 22:45 Português
Poesia/Meditação A arte de pensar 5 1.256 12/09/2023 - 13:21 Português
Poesia/Meditação A árvore está viva 0 1.020 06/26/2015 - 18:56 Português
Poesia/Intervenção A árvore está viva 0 3.586 01/23/2020 - 20:58 Português
Poesia/Meditação A assolação do coronavírus 2 2.735 01/18/2021 - 15:17 Português
Poesia/Amor A bailar em minha mente 0 1.927 08/13/2019 - 02:39 Português
Poesia/Meditação A batalha sem fim 0 644 08/12/2021 - 14:36 Português
Poesia/Amor A beleza além do olhar 3 1.103 12/21/2022 - 15:02 Português
Poesia/Amor A beleza de seus olhos 0 1.871 05/28/2015 - 00:46 Português
Poesia/Amor A beleza do seu coração 0 1.921 01/20/2016 - 18:13 Português
Poesia/Dedicado À beleza do verso 6 1.150 03/21/2024 - 20:00 Português