CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Aquela Alma!

Aquela Alma!

Daquela quinta formosa;
Que mais parecia um jardim;
Vem algo que nos invade.

Rude! pura! generosa;
Qual sonho que teve um fim;
E que nos rói de saudade.

Carvalha! triste! sombria;
Que poder lhe tira o riso;
Deixou de ser o que fôra.

A Alma que teve um dia;
Lá se foi pró paraíso;
Já cá não existe agora.

Aqueles bons ventos idos;
A que o amor dava vida;
E que a todos nos unía.

Não nos serão devolvidos;
A corrente foi partida;
E o elo já era um dia.

Mas que carvalha? comento!
Aquela que nos juntava!...
Que amor mais puro e que calma.

Já lá falta aquele cimento;
Que àquele chão nos colava;
Já lá falta aquela Alma.

Jorge Ferreira dos Santos

Submited by

terça-feira, abril 3, 2012 - 16:03

Poesia :

No votes yet

Jokalink

imagem de Jokalink
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 20 semanas
Membro desde: 04/03/2012
Conteúdos:
Pontos: 737

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Jokalink

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor O Sol 0 258 04/06/2012 - 16:00 Português
Poesia/Desilusão Sem Resposta 0 258 04/06/2012 - 15:54 Português
Poesia/Amor Aquela Alma! 0 278 04/03/2012 - 16:03 Português
Poesia/Desilusão Há se eu pudesse 0 274 04/03/2012 - 16:00 Português