CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Asas do futuro

deslizo suavemente na flanela
dos meus próprios passos
rumores de veredas perdidas
em insinuantes caminhos
voláteis calçadas empedradas
luminosos os inquebráveis destinos

a rua na noite decalcada
passa como um filme antigo
envolta em distantes sons
de tênues iluminações oclusas

ao fundo clarões insinuantes
sol ou estrelas de papel
brilhos do porvir ocioso
liberto de medos atrasados

deslizam fachadas decadentes
na calçada que os passos
consomem radiantes
rumo a uma luminosidade
que se insinua translúcida
rua de rio e luz

libertação da cega escuridão
onde a dor foi tombando inerte
e jaz agora pútrida
na desaparecida calçada
consumida na ligeireza
dos passos do passado

assim chegamos ao
lugar sem fim... onde a
paz que a luz deslumbrante
na voz das sereias vistosas
nos encantava no chamamento
que cegos e surdos ignorámos

este é o lugar do tempo
aquele dos sonhos
que persistentemente
aguardou por nós
nas asas do futuro.

Paulo Lemos

Submited by

terça-feira, julho 10, 2012 - 16:34

Poesia :

No votes yet

plemos

imagem de plemos
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 37 semanas
Membro desde: 06/25/2012
Conteúdos:
Pontos: 109

Comentários

imagem de Rafael Neves

A luz, a luz, a luz tirem-me

A luz, a luz, a luz
tirem-me a voz mas nunca a luz
para que eu possa sempre deslumbrar-me no teu encanto, ó noite

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of plemos

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Ascensão 0 316 06/25/2012 - 22:04 Português
Fotos/Abstracto Ascensão 0 674 06/25/2012 - 22:05 Português
Poesia/Amor As Pedras 0 352 06/25/2012 - 22:07 Português
Fotos/Pessoas As pedras 0 708 06/25/2012 - 22:08 Português
Poesia/Amor Provavelmente 0 310 06/25/2012 - 22:09 Português
Fotos/Arte Digital Provavelmente 0 408 06/25/2012 - 22:10 Português
Ministério da Poesia/Erótico Mar de tempestade 0 452 06/25/2012 - 22:43 Português
Ministério da Poesia/Erótico O piano 1 407 06/26/2012 - 07:38 Português
Poesia/Tristeza Já nem choro 1 292 06/26/2012 - 16:41 Português
Ministério da Poesia/Erótico Desnudada água 0 507 06/27/2012 - 10:38 Português
Poesia/Amor Inquietação 0 366 06/27/2012 - 13:09 Português
Ministério da Poesia/Amor Senta-te 2 346 06/27/2012 - 16:00 Português
Poesia/Amor Olhar de mar 0 291 06/28/2012 - 10:53 Português
Fotos/Pessoais Olhar de mar 0 468 06/28/2012 - 11:10 Português
Poesia/Meditação Reflexões sobre reflexos 0 337 06/28/2012 - 21:40 Português
Poesia/Desilusão Proa do tempo 2 374 06/30/2012 - 22:48 Português
Poesia/Amor A névoa 3 347 07/03/2012 - 17:51 Português
Poesia/Amor Liberdade 0 397 07/04/2012 - 12:26 Português
Poesia/Amor A ponte 0 394 07/04/2012 - 22:20 Português
Poesia/Amor Iluminas-me 1 287 07/04/2012 - 22:36 Português
Fotos/Gentes e Locais A névoa 1 465 07/04/2012 - 22:49 Português
Poesia/Amor Fala do coração 0 335 07/06/2012 - 21:42 Português
Poesia/Meditação Asas do futuro 1 334 07/10/2012 - 22:05 Português
Poesia/Amor Horizontes 0 265 07/11/2012 - 10:04 Português
Poesia/Amor Amanhecer 0 730 07/12/2012 - 21:40 Português