CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Atenção

Escuta!

São os versos que gotejam lá fora
Longe da inércia dos corpos
Pingos na imensidão além-nós
Cadenciam o retrato vivo
Que somos, agora, a latejar...

Escuta!

É o plenilúnio que se descola do céu
Para orvalhar os nossos cabelos...
Batismo burlesco da carne que arde
E tudo o que era noite, continua sendo
No contraponto de sua própria negação...

Escuta! Amor! Escuta!

São as palavras que ronronam
querendo amplificar-se dos versos
no estalar dos ossos, na lambida do vento
que ainda ecoam nas paredes lisas
enquanto olhas o nada quando olhas para mim...

Escuta!
Antes que te perca para os sonhos... uma vez ainda, escuta!

(...)

Submited by

terça-feira, março 23, 2010 - 15:53

Poesia :

No votes yet

Daisy_Lee82

imagem de Daisy_Lee82
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 44 semanas
Membro desde: 02/25/2010
Conteúdos:
Pontos: 360

Comentários

imagem de Henrique

Re: Atenção

São as palavras que ronronam
querendo amplificar-se dos versos
no estalar dos ossos, na lambida do vento
que ainda ecoam nas paredes lisas
enquanto olhas o nada quando olhas para mim...

Poema bonito, gostei de ler! :-)

imagem de Daisy_Lee82

Re: Atenção

Obrigada Henrique!
;-)

imagem de ÔNIX

Re: Atenção

São os versos que gotejam lá fora
Longe da inércia dos corpos
Pingos na imensidão além-nós
Cadenciam o retrato vivo
Que somos, agora, a latejar...

Escuta!

Escutar é pouco, para quem não souber distinguir os sons que se ouvem ao ler este poema.Será preciso entrar nele e sentir-lhe toda esta constante movimentação, este latejar que nos envolve nele e por ele

Lindíssimo, adorei

beijo

Matilde D'Ônix

imagem de Daisy_Lee82

Re: Atenção

Obrigada a todos!

É muito bom saber que fui ouvida!

bjs

imagem de angelalugo

Re: Atenção

Olá poeta

Atenta fiquei lendo teus versos
em silencio, mas ele não me deixaram
sem ouvir o som de cada letra entre
elas se falando e me chamando todo
tempo...Lindo poema...Parabéns!

Beijinhos no coração

imagem de nunomarques

Re: Atenção

Um poema maravilhoso que se faz ouvir, sem precisar de pedir

"Escuta!
Antes que te perca para os sonhos... uma vez ainda, escuta!
"

Abraço
Nuno

imagem de danyfilipa

Re: Atenção

e toda a a minha atençao deixei neste poema!
:-)
um escutar que escutei e apreciei!

beijo

imagem de alemdestemar

Re: Atenção

Quem não escutará este poema?
Pode perder-se tudo menos os sonhos.
Gostei e retribuo.

Bj

imagem de robsondesouza

Re: Atenção

Daisy,

Eu li este poema, retirei os olhos do WAF e continuei ouvindo-o... Sabes, tens um dom elevado para a poesia (e o que eu te digo não deve soar como novidade pois, tu já o sabes, embora seja possível que não o tenha percebido ainda).

Assim sendo, espero que siga com a poesia que, é estranhamante evolutiva - há alguns anos eu escrevia de modo péssimo, agora o que foi ruim tornou-se menos ruim, mais tragável.

O grande problema de quem se propõe a seguir no caminho dos versos é a série de sensações que não chegam ao destinatário (aliás, ainda não identifico o meu e, é bom que seja assim).

Temos (nós, estes que somos) esse ritual de criação que parece único em cada um mas, na verdade é identico na essência: um alívio imediato por conseguir expressar um apanhado de emoções num poema, por exemplo.

Ficaria mais por aqui, a lucubrar acerca de quem somos, usando meu foco egoísta como explanação completa...

Bom, melhor eu seguir meu caminho,
Abraços fraternos, Robson!

imagem de Daisy_Lee82

Re: Atenção

Obrigada Robson pelas gentis palavras!

Concordo: quando a poesia se desmembra de nós, toma muitas formas que não são reconhecidas pelo destinatário... por vezes nem por nós mesmos... ela se torna um organismo a parte... se liberta de uma forma ou de outra...

Quanto a evoluir, não sei se evoluo, não sei se minha poesia evolui... não tenho ainda este entendimento...

Mas continuo a buscar evidências e caminhos, bem como estes me trouxeram até o WAF...

Obrigada, mais uma vez, por me ler nas linhas que escrevo... já valeu a pena ter escrito e postado isso hoje!

bjocas
;-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Daisy_Lee82

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Perfil 1087 0 1.054 11/24/2010 - 22:09 Português
Videos/Perfil 1086 0 796 11/24/2010 - 22:09 Português
Videos/Perfil 1028 0 892 11/24/2010 - 22:08 Português
Videos/Perfil 1022 0 971 11/24/2010 - 22:08 Português
Videos/Perfil 1021 0 913 11/24/2010 - 22:08 Português
Videos/Perfil 1020 0 943 11/24/2010 - 22:08 Português
Fotos/ - 3297 0 1.101 11/23/2010 - 23:54 Português
Fotos/ - 3298 0 1.105 11/23/2010 - 23:54 Português
Fotos/ - 3150 0 1.105 11/23/2010 - 23:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Escolha 0 937 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Inversão 0 745 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Erótico a brasa e o momento minuncioso 0 939 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Exist (persis) tência 0 881 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Erótico Lussuria* 0 1.089 11/19/2010 - 18:25 Português
Prosas/Outros pedido 2 766 05/08/2010 - 00:41 Português
Poesia/Dedicado Semi-diálogo 6 677 05/03/2010 - 17:08 Português
Poesia/Dedicado espera... 3 803 05/03/2010 - 17:01 Português
Poesia/Geral poesia-conceito 1 778 05/02/2010 - 16:04 Português
Poesia/Intervenção Ata-me (excerto) 1 917 04/29/2010 - 18:24 Português
Poesia/Geral FEBRE 8 805 04/28/2010 - 08:56 Português
Prosas/Ficção Cientifica (análise das minhas criaturas) A Melancolia do Escaravelho 3 752 04/28/2010 - 08:37 Português
Poesia/Pensamentos (des) palavra 1 703 04/13/2010 - 19:56 Português
Poesia/Geral Certeza 1 702 04/13/2010 - 13:33 Português
Poesia/Meditação desgaste... 3 997 04/05/2010 - 17:12 Português
Poesia/Geral Atenção 10 742 04/01/2010 - 21:02 Português