CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

[Círculos]

[Círculos]

Há sombra do que sou
Sou menos do que penso ser,
E desse devaneio...
Respiro, tentando não esmorecer,
Tropeçando em um eu sem fim.
Deixando de seguir instintos
Gastando o que resta de mim
Criando calos, por andar em círculos invisíveis.
Corroendo aquilo que passa e não se pode ver,
E o reflexo do que sinto,
Não é mais aquilo que costumava ser.
Porque eu...
Sou um eu sem fim
Que mesmo com o silêncio da mente
Persisto aonde nada brota,
Com medo de descobrir novas portas, outros corpos.
Deixando antigas rotas de colisão,
Encontrarem o nada.
Vazios absolutos que domam o corpo,
Mesmo quando a vida insiste em sair por frestas,
Deixadas por marcas, que ali não estavam.
Um corpo perambulando
Exprimido entre tantos outros,
Caminhos que se definem, por um sopro.

 

Pablo Danielli

Submited by

terça-feira, março 12, 2019 - 17:34

Poesia :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 semanas 10 horas
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2931

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Ao Certo 1 1.179 05/05/2011 - 20:46 Português
Poesia/Geral Ar 1 1.577 05/05/2011 - 20:42 Português
Poesia/Geral Fim do Dia 1 907 05/05/2011 - 20:39 Português
Poesia/Geral Mudanças 1 1.155 05/05/2011 - 20:37 Português
Poesia/Amor Vermelho 1 828 05/05/2011 - 20:33 Português
Poesia/Geral Do Sonhador 1 844 05/05/2011 - 17:59 Português
Poesia/Geral Sem Lugar 1 609 05/05/2011 - 17:56 Português
Poesia/Geral Circo ou vida real 1 767 05/05/2011 - 17:47 Português
Poesia/Geral Impostos 1 1.395 05/05/2011 - 17:44 Português
Poesia/Geral Quem é você 1 1.568 05/05/2011 - 17:40 Português
Poesia/Geral O preço das coisas 1 991 05/05/2011 - 17:37 Português
Poesia/Geral O tempo, as horas 1 958 05/05/2011 - 17:32 Português
Poesia/Geral Sem rumo, sem sorte 1 763 05/05/2011 - 17:08 Português
Poesia/Geral Mulheres da vida 1 1.442 05/05/2011 - 17:04 Português
Poesia/Geral Vitima da vida 1 952 05/05/2011 - 16:56 Português
Poesia/Geral Velhas portas 1 869 05/05/2011 - 16:53 Português
Poesia/Geral O pescado e o mar 1 1.011 05/05/2011 - 16:42 Português
Poesia/Geral tempo que passa 1 1.369 05/05/2011 - 16:39 Português
Poesia/Geral Passos vazios 1 774 05/05/2011 - 16:36 Português
Poesia/Geral Tudo que se tem 1 1.099 05/05/2011 - 16:32 Português