CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Caminho da Memória

" memória vem do Latim* . . .

Em que bueiro cairá,
essa grossa torrente
de água de enchente,
que arrasta coisa, bicho e gente?

Arrasta até o que se sente . . .

Onde parou aquele desejo premente
que se sentiu pelo corpo na lingerie transparente?
Que fim terá levado aquele amor, agora ausente
(e pensar que já foi tão ardente . . .)

Nem gerânios sobraram. Tampouco outra semente.

. . . e para onde irá?"

Inspirado na poética de Cesar Cardoso.

Submited by

quarta-feira, julho 22, 2009 - 03:39

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 4 anos 3 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Caminho da Memória

fabiovillela!

Gostei,meus parabéns!

Arrasta até o que se sente . . .

Onde parou aquele desejo premente
que se sentiu pelo corpo na lingerie transparente?
Que fim terá levado aquele amor, agora ausente
(e pensar que já foi tão ardente . . .)

Nem gerânios sobraram. Tampouco outra semente.

. . . e para onde irá?"

imagem de IsabelPinto

Re: Caminho da Memória

Boa inspiração
Boa poesia
Bjs
IC

imagem de Mpiosso-ye-kongo

Re: Caminho da Memória

lindo poema.

Adorei

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Poesia As Cidades e as Guerras - A Canção de Saigon 0 6.465 11/20/2014 - 15:05 Português
Videos/Poesia As Cidades e as Guerras - A Canção de Bagdá 0 5.652 11/20/2014 - 15:02 Português
Videos/Poesia As Cidades e as Guerras - A Canção de Sarajevo 0 7.899 11/20/2014 - 14:58 Português
Poesia/Dedicado Negra Graça Poesia 0 833 11/20/2014 - 14:54 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Final - O Contrato Social 0 774 11/19/2014 - 21:02 Português
Poesia/Dedicado A Pedra de Luz 0 592 11/18/2014 - 15:17 Português
Poesia/Amor Chegada 0 864 11/16/2014 - 15:33 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XIX - A Liberdade Civil 0 515 11/15/2014 - 22:04 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XVIII - A teoria da Vontade Geral 0 893 11/15/2014 - 22:01 Português
Poesia/Dedicado Partidas 0 1.041 11/14/2014 - 16:13 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XVII - A transição para a Liberdade Civil 0 456 11/14/2014 - 15:06 Português
Poesia/Amor Diferenças 0 706 11/13/2014 - 21:25 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XVI - A Liberdade Natural 0 1.058 11/12/2014 - 14:46 Português
Poesia/Amor Tramas 0 752 11/11/2014 - 01:47 Português
Poesia/Geral A mulher que anda nua 0 899 11/09/2014 - 16:08 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XV - Emílio e a pedagogia rousseauniana 0 1.136 11/09/2014 - 15:21 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XIV - A transição para o Estado de Civilização 0 573 11/08/2014 - 15:57 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XIII - O homem no "Estado de Natureza" 0 530 11/06/2014 - 22:00 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XII - As Artes e as Ciências 0 379 11/05/2014 - 19:47 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XII - A Religião 0 691 11/03/2014 - 14:58 Português
Poesia/Geral Os Finados 0 747 11/02/2014 - 15:39 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte XI - O amor e o ódio 0 413 11/01/2014 - 15:35 Português
Poesia/Geral A Canção de Bagdá 0 726 10/31/2014 - 15:04 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte X - As grandes linhas do Pensamento rousseauniano 0 511 10/30/2014 - 21:13 Português
Prosas/Outros Rousseau e o Romantismo - Parte IX - A estada na Inglaterra e a desavença com Hume 0 1.094 10/29/2014 - 14:28 Português