CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CHAGAS TERRENAS

Quando de mim sugastes a esperança.
Retiniu cálido e frio um sentimento.
Feneces tua vida, pois tu me lanças,
Aos descasos insanos de teu momento.

Riscastes do tempo meu fio da vida.
Buscastes no vento minha razão.
Não deixastes pele, só feridas,
Retendo minh’alma em servidão.

Fechada em mim sem reagir à sorte,
Cingir minha pele ou me repor a cor.
Se me relegas a vida a este “suporte”.
Por minha insana sina, te darei à morte.
 

Submited by

sábado, abril 2, 2011 - 23:36

Poesia :

No votes yet

Cunha

imagem de Cunha
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 41 semanas
Membro desde: 01/16/2010
Conteúdos:
Pontos: 33

Comentários

imagem de MarneDulinski

CHAGAS TERRENAS

Lindo poema, gostei muito!

Meus parabéns,

MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Cunha

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral GAIA O POEMA DA TERRA. 2 515 04/06/2011 - 21:15 Português
Poesia/Desilusão CHAGAS TERRENAS 1 242 04/03/2011 - 00:58 Português
Poesia/Geral CHAMAS DO AMAZÔNIA 1 249 04/02/2011 - 23:21 Português
Poesia/Geral TERRA ASTÊNICA 1 221 04/02/2011 - 23:16 Português
Poesia/Meditação SENTIDOS 1 170 04/02/2011 - 23:11 Português
Prosas/Comédia FOI PÊNALTY OU NÃO FOI? 0 410 04/02/2011 - 23:09 Português
Ministério da Poesia/Meditação Terra Astênica 0 340 11/19/2010 - 19:20 Português