CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CHOVE ENQUANTO ESCREVO

CHOVE ENQUANTO ESCREVO

Estores corridos, onde a luz
teima em não entrar
e a chuva persiste em cair
gelando-nos o corpo
Até â ponta dos dedos
dificultando-nos a escrita.

Mas como quem corre por gosto
não sente as dificuldades,
No correr da imaginação
tudo sai consoante o nosso
ensejo e o que queremos
que chegue aos outros.

As rosas estão meio nuas
Sobressaindo os espinhos
e a erva daninha, que se deita
emaranhando-se com a flor.
É preciso podar as heras
E as árvores mal vestidas.

É uma ciência podar
e o “homem” sabido
fá-lo com natural rapidez,
Passando de um para o outro
ramo com uma facilidade
impressionante, e tudo ganha uma

forma geométrica a nossos olhos
trazendo felicidade a
quem cria esta forma de arte
e quem passa, num simples
cruzar de olhos,
enaltecendo quem por lá passa.

A escrita adormeceu.

Jorge Humberto
16/01/20

Submited by

quinta-feira, janeiro 16, 2020 - 19:47

Poesia :

No votes yet

Jorge Humberto

imagem de Jorge Humberto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 semanas 1 dia
Membro desde: 01/15/2012
Conteúdos:
Pontos: 1799

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Jorge Humberto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O FADO 0 319 01/30/2012 - 12:31 Português
Poesia/Amor ENFIM… SONHAR-TE 0 432 01/29/2012 - 12:46 Português
Poesia/Geral A FORÇA DE UM PENSAMENTO 0 624 01/29/2012 - 12:39 Português
Poesia/Amor A DONA DO MEU CORAÇÃO 0 794 01/29/2012 - 12:36 Português
Poesia/Geral A Uma Só Voz 2 328 01/29/2012 - 12:11 Português
Poesia/Geral A SÓS COM MEUS VERSOS 0 469 01/28/2012 - 12:33 Português
Poesia/Geral A BELEZA DE MINHA POESIA 0 323 01/28/2012 - 12:21 Português
Poesia/Amor QUANDO UM HOMEM AMA UMA MULHER 2 386 01/28/2012 - 11:46 Português
Poesia/Geral ALMAS RUDES 0 627 01/27/2012 - 17:12 Português
Poesia/Geral AH, DÊEM-ME ROSAS! 0 425 01/27/2012 - 17:08 Português
Poesia/Amor BOM DIA AMOR... 4 339 01/27/2012 - 17:00 Português
Poesia/Geral A DANÇA DAS ANDORINHAS 2 1.304 01/27/2012 - 16:49 Português
Poesia/Intervenção ESTE POVO QUE A SI SE PERMITE 0 370 01/26/2012 - 13:57 Português
Poesia/Alegria QUANDO A DANÇA SE CONFUNDE COM A NATUREZA 4 352 01/26/2012 - 12:30 Português
Poesia/Geral MÚSICA 2 292 01/25/2012 - 19:01 Português
Poesia/Geral NA VOZ LIVRE DO POEMA 0 332 01/25/2012 - 12:33 Português
Poesia/Amor A CANÇÃO QUE TE FIZ 2 545 01/25/2012 - 12:30 Português
Poesia/Geral ONDE ANTES HAVIA TERRA 4 488 01/24/2012 - 19:35 Português
Poesia/Geral TIPO ASSIM 0 799 01/24/2012 - 14:00 Português
Poesia/Geral Cidade Submersa 0 461 01/24/2012 - 12:58 Português
Poesia/Meditação Cântico Triunfal 1 268 01/24/2012 - 11:39 Português
Prosas/Pensamentos Horizontes Paralelos 0 318 01/23/2012 - 12:53 Português
Poesia/Pensamentos É PRECISO PARAR PARA PENSAR 0 490 01/23/2012 - 12:46 Português
Poesia/Alegria A CADA NOVA MANHÃ 4 382 01/23/2012 - 12:05 Português
Poesia/Geral A VERDADE DAS COISAS 0 408 01/22/2012 - 12:25 Português