CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Chuva Lenta (Gabriela Mistral)

Esta água medrosa e triste,

como criança que padece,

antes de tocar a tierra,

desfalece.


Quietos a árvore e o vento,

e no silêncio estupendo,

este fino pranto amargo,

vertendo!


Todo o céu é um coração

aberto em agro tormento.

Não chove: é um sangrar longo

e lento.


Dentro das casas, os homens

não sentem esta amargura,

este envio de água triste

da altura;


este longo e fatigante

descer de água vencida,

por sobre a terra que jaz

transida.


Em baixando a água inerte,

calada como eu suponho

que sejam os vultos leves

de um sonho.


Chove... e como chacal lento

a noite espreita na serra.

Que irá surgir na sombra

da Terra?


Dormireis, quando lá foram

sofrendo, esta água inerte

e letal, irmã da Morte

se verte?
 


Gabriela Mistral(1889-1957), poetisa chilena. poema traduzido por Ruth Sylvia de Miranda Salles

Professora primária em zona rural, foi a primeira figura literária feminina a ganhar o Prêmio Nobel no continente americano. É autora, entre outros livros, de Desolacióm, Ternura, Tala y Lagar.

Submited by

quinta-feira, julho 7, 2011 - 22:35

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 11 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Não penses meu amor… (Aleksander Pushkin) 0 1.067 10/16/2013 - 00:05 Português
Poesia/Intervenção O homem que outrora fui... (Aleksander Pushkin) 0 1.376 10/16/2013 - 00:00 Português
Poesia/Intervenção Labor Artis (Moacyr Félix) 0 948 10/12/2013 - 21:28 Português
Poesia/Meditação Enredo - fragmento (Moacyr Félix) 0 1.312 10/12/2013 - 21:25 Português
Poesia/Intervenção Dois poemas do homem e sua escolha (Moacyr Felix) 0 839 10/12/2013 - 21:19 Português
Poesia/Pensamentos A confiança em si mesmo é o segredo do sucesso! Seleção de Pensamentos & Frases 25-48 (Ralph Waldo Emerson) 0 1.222 09/22/2013 - 19:03 Português
Poesia/Amizade Nas flores, a terra sorri! Seleção de Pensamentos & Frases 1-24 (Ralph Waldo Emerson) 0 1.930 09/22/2013 - 18:26 Português
Poesia/Pensamentos A recompensa por uma coisa bem feita, é tê-la feito! Seleção de Pensamentos & Frases 49-72 (Ralph Waldo Emerson) 0 1.166 09/22/2013 - 18:26 Português
Poesia/Dedicado Esquizofrenia 0 1.420 09/18/2013 - 01:44 Português
Poesia/Intervenção Pão dormido 0 937 09/18/2013 - 01:34 Português
Poesia/Meditação Abstinência tecnológica (sobre a dependência do celular) 0 1.202 09/16/2013 - 10:23 Português
Poesia/Intervenção Os ninguéns (Eduardo Galeano) 0 1.266 09/16/2013 - 10:15 Português
Poesia/Meditação A vida é um rio 0 833 09/16/2013 - 10:15 Português
Poesia/Dedicado O sonho-mar de Raimundo 0 1.146 09/16/2013 - 03:23 Português
Poesia/Intervenção No rumo da minha utopia 0 1.601 09/16/2013 - 03:12 Português
Videos/Música Genesis - When in Rome Concert 2007 (DVD) 0 2.556 04/29/2013 - 01:13 inglês
Videos/Música Genesis - When in Rome Concert 2007 (DVD) 0 3.114 04/29/2013 - 01:12 inglês
Poesia/Meditação A palavra viva 0 1.951 03/18/2013 - 02:53 Português
Poesia/Pensamentos Fazendo a diferença 0 772 03/18/2013 - 02:51 Português
Poesia/Pensamentos Diálogos insólitos (I): Sobre a mudança de atitude 0 1.489 03/18/2013 - 02:47 Português
Poesia/Meditação Anjo e pássaro caído: drama do cracK 1 1.334 01/12/2013 - 15:32 Português
Poesia/Meditação Confissões do Latifúndio 0 1.242 11/13/2012 - 10:54 Português
Poesia/Meditação A paz inquieta (D. Pedro Casaldaliga) 0 2.983 11/13/2012 - 10:50 Português
Poesia/Meditação Oração da causa indígena (D. Pedro Casaldaliga) 0 1.474 11/13/2012 - 10:50 Português
Poesia/Dedicado Ser médico: cuidar da dor humana! 0 1.926 11/09/2012 - 11:33 Português