CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Como não sorrir

Pergunte ao meu coração o motivo dessa emoção
Desse sentimento tão profundo
Que desafia o mundo
E leva-me a imaginar o dia do encontro
Que estarei ao seu lado
E de mãos dadas podermos caminhar
Sob a luz do luar.
Como dizer que não há amor
Quando as nossas conversas podem fluir
E no silêncio da madrugada posso sentir
O seu sorriso do outro lado?
É nesse momento que imagino o dia
Ou o momento mágico de estar ao seu lado.
Pergunte ao meu coração como não sorrir
Ao lembrar-me das suas indagações
Sempre levando-me a questionar
Minhas próprias convicções.
Meu pensamento voa livremente o tempo todo
E toca suavemente o seu coração
Então, pergunto-me se pensas em mim
Da mesma forma e com a mesma intensidade
E tenho a convicção que sim…
Conforto-me, então, em saber
Que seu sorriso
Assim me faz entender.
Se há conflitos em mim?
Sim!
Conflito que se chama atenção…
Atenção que preciso de você
De sua companhia…
O que poderia ser melhor do que estar ao meu lado?
Ou que sonho poderia ser mais lindo?
Se esse é o desejo de nossos corações
Então há razões
Para que possamos unir nossos sonhos
E viver esse amor...

Poema: Odair José, o Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com.br

Submited by

quarta-feira, abril 4, 2018 - 18:49

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 22 horas 29 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8376

Comentários

imagem de Joel

belo

belo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção Soterrados 0 121 02/03/2022 - 12:04 Português
Poesia/Desilusão Como um tiro certeiro 0 407 02/02/2022 - 19:50 Português
Poesia/Intervenção Quando o silêncio é necessário 0 296 02/01/2022 - 13:22 Português
Poesia/Amor O amor aparece do nada 0 190 01/31/2022 - 14:38 Português
Poesia/Amor Sonhos furiosos 0 214 01/27/2022 - 12:05 Português
Poesia/Amor Sob o encanto desse sublime olhar 0 292 01/26/2022 - 12:57 Português
Poesia/Meditação As marcas da vida 0 286 01/25/2022 - 20:04 Português
Poesia/Pensamentos Podemos não nos encontrar no tempo 0 259 01/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor A palavra é uma asa do silêncio 0 516 01/24/2022 - 16:25 Português
Poesia/Intervenção Gafanhotos 0 176 01/24/2022 - 12:38 Português
Poesia/Pensamentos Segredos ocultos profundamente 0 447 01/23/2022 - 13:19 Português
Poesia/Amor Sensibilidade 0 137 01/22/2022 - 12:14 Português
Poesia/Intervenção Alma selvagem 0 172 01/21/2022 - 14:29 Português
Poesia/Desilusão E o culpado sou eu 0 362 01/21/2022 - 13:01 Português
Poesia/Amor Sombras que sofrem 0 144 01/20/2022 - 12:31 Português
Poesia/Pensamentos O pensador 0 295 01/19/2022 - 12:19 Português
Poesia/Meditação Se o medo é real em mim 0 202 01/18/2022 - 10:04 Português
Poesia/Desilusão Não seja cega 0 160 01/17/2022 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Aprendi que Deus gosta dos aflitos 0 473 01/16/2022 - 20:37 Português
Poesia/Fantasia Sob o olhar da coruja 0 547 01/15/2022 - 19:20 Português
Poesia/Amor Se eu não puder te esquecer 0 120 01/15/2022 - 12:51 Português
Poesia/Pensamentos A longa viagem de Stone Halls 0 364 01/14/2022 - 12:37 Português
Poesia/Pensamentos Dias de um futuro esquecido 0 366 01/13/2022 - 12:23 Português
Poesia/Amor Quando tudo parecia real 0 182 01/12/2022 - 17:46 Português
Poesia/Pensamentos O pensamento humano 0 297 01/11/2022 - 17:42 Português