CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Déspostas

Eu tenho muito medo do escuro
E dos movimentos que ele exerce
Do que se encontra imóvel e obscuro
Onde as palavras se emudecem...
~
É que por ele passeiam estes déspotas
Iconoclastas a procura de um rei
Fantasmas de naturezas mortas
E dores que me valei...
~
E no escuro me fazem temer
Numa tirana opressão,
Onde de medo me vejo tremer...
~
Então faço uma breve oração
Antes que abra os olhos pra ver,
Desejando que isso seja uma ilusão...

Submited by

segunda-feira, outubro 6, 2008 - 21:45

Poesia :

No votes yet

Ramos

imagem de Ramos
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 27 semanas
Membro desde: 10/06/2008
Conteúdos:
Pontos: 20

Comentários

imagem de Henrique

Re: Déspostas

As fronteiras do infinito que só o poeta abrange!

:-)

imagem de PalomaStella

Re: Déspostas

Marco Ramos meu querido,

Fiquei muito feliz que tenhas aceitado meu convite e veio se juntar a esta família que é o WAF.

Parabens pelo soneto. Diga-se de passagem ele me lembra alguns de meus poemas, que retratam um medo e um escuro assim.

Beijinhos

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Ramos

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Uma Cruz 2 229 02/28/2010 - 02:16 Português
Poesia/Geral E quantos deixaram de viver? 2 217 02/28/2010 - 02:15 Português
Poesia/Soneto Diário de um condenado 2 204 02/28/2010 - 02:14 Português
Poesia/Soneto Déspostas 2 388 02/28/2010 - 02:14 Português