CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Da significação aos sonhos ...

Estou bastante próximo de mim para crer
No barulho dos outros, ocupo um espaço
Diminuidor de avaliação; oculta a outra
Tarde que procuro, rés-do-chão, estrado de pedra,

Esforço a minha crença na evocação da vida,
Exprimo-me em dourado violeta ou negro e preto
E pelas decotadas sensações expressivas,
Decorativa a minha presença e o chão

Matemática viva, equivalente o peso nulo
Nosso, (meu) sobre a Terra grossa e incesta,
Porque este Mundo parou e
O movimento dos astros é tão metafisico

Como um mistério para mim, corporal,
Limito-me a passear entre a sensibilidade
E a negligencia de estático comum,
Que é estar parado entre dois mundos paralelos,

Tão físicos quanto difíceis de atingir, a pose
E o dolo são a errada concepção de um falso Lama,
Exprimem-se em estados violentos agressivos,
E pelas má impressão à flor de uma pele em chamas,

Evasiva a nossa presença e o chão
Matemática excessiva, equivalente ao peso nulo.
Aconteceu-me este poema que me fez acreditar,
Não vi os sentidos acrescidos, pois debaixo

Dum céu que não era eu, eu era apenas céu,
Em múltiplas chamadas me reclamou seu,
Eu, que sou tímido de sensações gregárias,
Embora arda entre a boca e os tímpanos,

Numa fraca final fé,
Quando me chama o inferno, assim
Falo discretamente de Deus, pois o mundo corre,
E a obscuridade adapta-se aos profanos Bretões,

De modo a parecer-lhes pleno dia. À luz
Do tímpano de um negro Orfeu,
Entendo a significação dos sonhos,
Apesar de seus...

Joel Matos 11/2019
Http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, janeiro 8, 2020 - 10:54

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 6 dias
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 41411

Comentários

imagem de Joel

Obrigado pela leitura e pelos momentos em que partilho

Obrigado … agradeço a leitura e os momentos em que partilho

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Feliz como poucos … 3 832 03/24/2022 - 13:15 Português
Poesia/Geral Nada, fora o novo ... 17 155 03/19/2022 - 21:01 Português
Poesia/Geral A tenaz negação do eu, 8 485 03/19/2022 - 20:58 Português
Poesia/Geral Nunca tive facilidade de 29 169 03/11/2022 - 18:20 Português
Poesia/Geral Tudo em mim, 13 183 02/25/2022 - 18:40 Português
Poesia/Geral E eu deixei meus olhos 12 196 02/25/2022 - 18:40 Português
Poesia/Geral Meu instinto é dado pelos dedos mindinhos 22 201 02/25/2022 - 18:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem nada … 17 765 02/19/2022 - 16:18 Português
Poesia/Geral Até que mais seja 33 221 02/17/2022 - 11:28 Português
Poesia/Geral Send'a própria imagem minha, Continuo'a ser eu ess’outro … 18 164 01/21/2022 - 19:07 Português
Poesia/Geral Perfeitos no amor e no pranto … 46 193 01/20/2022 - 23:04 Português
Ministério da Poesia/Geral O facto de respirar … 43 381 01/19/2022 - 21:36 Português
Poesia/Geral Não me substituam a realidade 36 155 01/15/2022 - 10:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou tudo quanto dou e devo ... 18 303 01/04/2022 - 19:16 Português
Poesia/Geral Cada um de todos nós é todo'mundo, 31 371 12/11/2021 - 21:10 Português
Poesia/Geral Sou minha própria imagem, 2 524 07/01/2021 - 12:50 Português
Poesia/Geral Há um vão à minha espera 2 475 07/01/2021 - 12:50 Português
Poesia/Geral leve 4 2.260 06/28/2021 - 15:39 Português
Poesia/Geral Deus Ex-Machina, “Anima Vili” ... 1 1.083 06/24/2021 - 11:38 Português
Poesia/Geral Da significação aos sonhos ... 1 967 06/22/2021 - 10:01 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 1 982 06/21/2021 - 16:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 1 1.429 06/21/2021 - 16:26 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 1 1.361 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 1 1.096 06/21/2021 - 16:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 1 929 06/21/2021 - 16:25 Português