CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Decadência do Terror

Exílio eBook Kindle na Amazon 
por Seyed Morteza Hamidzadeh (Autor), Jamila Mafra (Tradutora)
Livro de poemas do meu amado amigo o escritor Iraniano Seyed Morteza H., que eu traduzi com muito  carinho do inglês para o português. 

https://www.amazon.com.br/dp/B07FW63KPS?__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C...

Palavras tocantes de um poeta irianiano que segue em busca da paz através de seus versos e de modo único fala sobre as guerras constantes enfrentadas pelo ser humano e principalmente por seu povo no oriente médio. 
Seyed Morteza Hamidzadeh nasceu, cresceu e vive em um mundo completamente diferente daquele que muitos de nós conhecemos. Mas ele não é diferente de qualquer um de nós. 
Sim, ele enfrenta a morte, insegurança e desordem diariamente, mas isso não o torna menos humano ou real do que o resto de nós. 
Hamidzadeh nasceu para ser um soldado. Não um soldado de ódio ou guerra, mas um soldado do coração e da paz.

Terror da Decadência

A voz grave anuncia o martírio
Momentâneo no tempo, mas até a eternidade,
E o som dos pássaros ainda como um farol
Segue até a beleza do pôr do sol.
 
Nós beijamos o adeus,
E os tronos perdidos e mortos
Na explosão de mentes,
E o sangramento de estômagos
Pelo medo de se deteriorar
Penetram a nossa aura
Esfarrapada em buracos.
 
Uma bala disparada por décadas
E a fragrância do outro lado,
É o terror que chega:
Alguém está apontando uma arma para sua cabeça.
 
A voz grave anuncia o martírio
Momentâneo no tempo, mas até a eternidade,
E o som dos pássaros ainda como um farol
Segue até a beleza do pôr do sol.

 
 
 

Submited by

quarta-feira, setembro 4, 2019 - 17:25

Poesia :

No votes yet

jamilamafra

imagem de jamilamafra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 4 dias
Membro desde: 09/03/2009
Conteúdos:
Pontos: 6052

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jamilamafra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor O Brilho do Sol 1 807 08/05/2010 - 23:22 Português
Poesia/Meditação Agradecimento a Deus 1 865 08/05/2010 - 23:07 Português
Poesia/Meditação Saturno Em Conjunção 1 764 08/05/2010 - 21:42 Português
Poesia/Comédia Loucura Coletiva 3 1.214 08/05/2010 - 03:17 Português
Poesia/Meditação O Futuro 1 1.006 08/04/2010 - 01:38 Português
Poesia/Meditação Na Utopia Sou Jamila 1 1.378 08/04/2010 - 01:21 Português
Poesia/Desilusão Amor Desprezado 1 1.479 07/31/2010 - 20:36 Português
Poesia/Desilusão No Escuro do Meu Quarto 1 1.281 07/31/2010 - 20:33 Português
Poesia/Meditação O Recado de Deus 1 738 07/31/2010 - 20:26 Português
Poesia/Meditação Talvez Amanhã Estarei Morta 1 706 07/31/2010 - 03:30 Português
Poesia/Meditação Criança Sem Esperança na Porta da UNICEF 1 487 07/29/2010 - 01:15 Português
Poesia/Meditação Poesia Vendida e as Riquezas do Universo 1 785 07/05/2010 - 23:06 Português
Poesia/Comédia Albert Einstein,Teoricamente Culpado 1 899 06/18/2010 - 22:34 Português
Prosas/Comédia A Cantada Mais Ridícula Que Minha Irmã Recebeu 1 1.518 06/16/2010 - 20:07 Português
Poesia/Meditação O Rapaz no Lixo 3 1.186 06/11/2010 - 03:58 Português
Poesia/Tristeza Dor Incurável 1 673 06/04/2010 - 23:35 Português
Poesia/Desilusão Sexta-Feira 13 1 1.083 05/31/2010 - 21:38 Português
Poesia/Amor Amor Esquecido e as Fotografias 1 713 05/20/2010 - 22:56 Português
Poesia/Amor Mais Um Dia de Sol 2 649 05/07/2010 - 15:44 Português
Poesia/Meditação As Pedras 1 686 05/07/2010 - 15:38 Português
Poesia/Tristeza Dia das Mães 1 1.046 05/06/2010 - 21:09 Português
Poesia/Meditação A Chegada do Anjo Destruidor 2 567 04/29/2010 - 21:45 Português
Poesia/Meditação A Farsa da Constituição Federal,Desgraças Sucessivas e os Poderes do Céu 1 1.006 04/29/2010 - 21:44 Português
Poesia/Meditação Se o Banco do Brasil Não Tivesse Me Furtado 3 765 04/14/2010 - 22:18 Português
Poesia/Comédia 7 de Abril 1 2.088 04/12/2010 - 16:14 Português