CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DESARMA

                                                              Desarma
Levanta seus olhos para me ver.
Desarma as suas mãos.
Pra que fazer a sua carne sofrer?
Todos nós somos irmãos.

Olhe fundo neste espelho.
Desarma o seu coração.
Sinta-se enfim de joelho.
O sentimento gera emoção.

Se nosso pensamento é o mesmo,
Desarma a sua má intenção.
Reflete a paz no mundo a esmo.
Dissipa nos homens a compaixão.

Desarme-se você, eu e eles.
Quebrando a violência pra aliviar
A vida que devemos aos deveres
De todo povo humilde ajudar.

Desarma a sua ingênua boca
Que fala palavras sem direção.
Canta uma música que a mim toca
O amor ou poesia que escrevo com paixão.

                                  Autora: Leomária Mendes Sobrinho 10/12/2016

Submited by

domingo, agosto 20, 2017 - 03:35

Poesia :

No votes yet

LEO

imagem de LEO
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 9 semanas
Membro desde: 09/30/2009
Conteúdos:
Pontos: 28

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of LEO

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral SOMOS FLORES 4 607 03/14/2018 - 21:45 Português
Fotos/Rostos EU 1 1.558 03/14/2018 - 21:45 Português
Poesia/Geral DESARMA 0 471 08/20/2017 - 03:35 Português
Fotos/ - 1857 1 891 08/20/2017 - 03:24 Português
Ministério da Poesia/Geral DESENHO 0 470 11/23/2012 - 22:15 Português
Ministério da Poesia/Geral BRASIL 0 515 11/23/2012 - 22:06 Português
Poesia/Geral SOU MULHER! 4 531 12/07/2009 - 02:10 Português