CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Desilusão

Desilusão

A casa desce para o rio
E ela levou a vida nessa alegre descida
Era a horta e o pomar
a vida cheia, os filhos a crescer
e ela, pela felicidade, a lutar

Quando alindava a casa
com entusiasmo corria
beijava as flores que escolhia
as mais finas
que se conjugavam com a harmonia
e o ondear das cortinas

Às vezes o amor gosta de se mostrar

O que se passaria nessa quente noite de verão
enqanto ele nos braços de Morfeu
ela desceu ao rio em desilusão
de cabeça, entre remiacos, mergulhou

Eram tão densos os mistérios da vida
que dessa última descida
ela não voltou

Teresa Almeida , 12.07.2011
 

Submited by

terça-feira, julho 12, 2011 - 22:30

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Teresa Almeida

imagem de Teresa Almeida
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 29 semanas
Membro desde: 07/07/2011
Conteúdos:
Pontos: 749

Comentários

imagem de ISABELLA - M - REGO

Desilusão - ela não voltou ...

Amiga Teresa,
li o teu poema e consegui ver-me nele,
tão simples, mas tão cheio de vida...
este teu poema minha querida amiga, tanto aconteceu,
e, acontecia... a tantas de nós mulheres!

Parabéns!

Adorei ler-te mais uma vez...

beijinho
de tua amiga
Isabella

imagem de Teresa Almeida

Obrigada querida amiga

Obrigada querida amiga Isabela.

Gostamos de escrever, é certo; mas também é muito importante sentir que não estamos sozinhos.

Xi coração.

imagem de Blondie

Desilusão

Que o reconhecimento da desilusão nos fortalece.
Blondie

imagem de Teresa Almeida

Olá Blondie! Obrigada pela

Olá Blondie!
Obrigada pela leitura.
Beijinhos.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Teresa Almeida

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Amor Nem sempre acerto o meu ritmo 7 469 09/26/2011 - 08:35 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Outono 0 340 09/23/2011 - 21:37 Português
Ministério da Poesia/Geral SENTEI - ME À NOITE AO LUAR 2 476 09/19/2011 - 15:59 Português
Ministério da Poesia/Fantasia O abraço nasceu 0 501 07/30/2011 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Fantasia O abraço nasceu 0 408 07/30/2011 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Fantasia O teu corpo é uma estrela, dizes tu 0 369 07/19/2011 - 11:43 Português
Poesia/Amor O tempo e o amor 6 466 07/13/2011 - 14:30 Português
Poesia/Amor Ditas-me poesia 4 553 07/12/2011 - 22:36 Português
Fotos/Rostos ´Teresa de Almeida 0 955 07/10/2011 - 16:59 Português