CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Dono dos meus caprichos

Dono dos meus caprichos
Vem satisfazer-me agora,
deixa tudo e sobe no teu cavalo alado.
Pega carona com o vento
Ou, como um navio mercante,
ancora no porto da minha vida
e traze o que de melhor tens para mim.
E, ao chegares, faze-te meu
como só tu sabes ser.
Toma a mim e me doma
como preciso ser domada.
Leva-me às maiores alturas e sejamos um,
como já somos abençoados por Deus.
Respeita meu espaço e delimita o teu
para que não usurpamos um do outro em tragédia,
e não permitas que nos percamos no tempo,
no cotidiano vil, nem nas assolações da mesmice.
Inovemos em uma dança, tu e eu, eu e tu,
par perfeito, dançante e cantante na sinfonia da vida.
E, quando o inverno de nossas vidas chegar,
que possamos nos lembrar,
tu de mim, eu de ti,
para sempre nós,
eternamente um.
Texto de Teresa Azevedo retirado do livro “Você , meu porto seguro" (2014)

r:nbm-23/05/18

Submited by

sexta-feira, maio 25, 2018 - 19:15

Poesia :

No votes yet

teresaazevedo

imagem de teresaazevedo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 39 semanas
Membro desde: 09/16/2010
Conteúdos:
Pontos: 608

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of teresaazevedo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Meditação Resposta breves 0 393 06/06/2011 - 23:54 Português
Ministério da Poesia/Paixão Mundo paralelo 0 373 06/06/2011 - 16:46 Português
Poesia/Paixão Rápidos encontros 0 454 05/23/2011 - 01:27 Português
Poesia/Tristeza Volta a ser maria 0 448 05/23/2011 - 01:23 Português
Poesia/Tristeza Até quando? 0 1.175 05/23/2011 - 01:20 Português
Poesia/Dedicado Homens, mitos e medos 0 527 05/16/2011 - 16:18 Português
Poesia/Amor Manifesto de amor 1 492 05/07/2011 - 17:33 Português
Poesia/Meditação Fugindo para o mato onde me reencontro 1 772 04/14/2011 - 00:34 Português
Prosas/Outros Abril de Verdade - 1º de Abril 5 899 04/02/2011 - 02:18 Português
Poesia/Amor A inexatidão dos sentidos devora a alma dos apaixonados 1 737 04/02/2011 - 01:59 Português
Poesia/Alegria Poetando na calmaria para ser felz 0 579 11/18/2010 - 15:41 Português