CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Em (des)construção

Povo corrupto,
que banca e sustenta
um poder corrupto;

leis de mau gosto,
que se perpetuam
por meio de imposto;

hipocrisia,
que exalta e ufana
a cidadania;

lugar bendito,
que foi transformado
em país maldito;

título ilusório,
cabresto que aliena
ao voto compulsório;

prisão perpétua,
em terra de tolos
e de gente inepta;

terra do contra,
onde, na prática,
a teoria é outra;

insegurança,
que sempre amedronta
o adulto e a criança;

pobre nação,
país do futuro,
sem passado,
sem presente,
sempre em (des)construção.

Submited by

sexta-feira, agosto 10, 2018 - 15:45

Poesia :

Your rating: None (5 votes)

MaynardoAlves

imagem de MaynardoAlves
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 14 semanas 4 dias
Membro desde: 05/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 597

Comentários

imagem de MaynardoAlves

Em (des)construção

Trata-se de um retrato bem resumido de um país que foi construído em um lugar que outrora (ou seja, antes da presença humana "civilizada") foi um paraíso; um paraíso natural transformado pelo homem em inferno artificial; um país construído e mantido sobre uma corrupção endêmica e sistemática, corroborada por um povo que ama corrupção a ponto de fazê-la parte de sua "cultura".

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MaynardoAlves

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo A mais importante das leis 0 1.180 10/14/2016 - 20:45 Português
Poesia/Meditação Evolução? 2 678 10/12/2016 - 13:34 Português
Poesia/Tristeza O desilusionista 1 715 10/11/2016 - 15:17 Português
Poesia/Pensamentos O cínico 1 702 10/10/2016 - 20:30 Português
Prosas/Ficção Cientifica Um fascinante trecho do livro “Fahrenheit 451” (de 1953) - do escritor Ray Bradbury 1 3.914 09/29/2016 - 17:40 Português
Musica/Outro Dúvida... 1 6.961 09/29/2016 - 17:38 Português
Poesia/Geral Calendário 1 824 09/29/2016 - 17:37 Português
Poesia/Aforismo Hillel 1 1.378 09/29/2016 - 17:28 Português
Poesia/Aforismo Beda ou Fracasso 1 1.075 09/29/2016 - 17:21 Português
Poesia/Meditação Ápeiron 1 1.258 09/29/2016 - 16:44 Português
Poesia/Meditação A busca 1 528 09/29/2016 - 16:41 Português
Poesia/Geral A sala de reunião 1 416 09/29/2016 - 16:38 Português
Poesia/Acrósticos Diógenes de Sínope 1 912 09/29/2016 - 16:36 Português
Poesia/Meditação Bom dia, ateu 5 872 09/29/2016 - 16:29 Português
Poesia/Dedicado Epitáfio 3 388 09/29/2016 - 16:27 Português
Poesia/Intervenção Ao romper da nova aurora ou Ao cair as verdades arbitrárias 1 849 09/29/2016 - 16:24 Português
Poesia/Pensamentos Das mazelas que o tempo impõe ao corpo 1 497 09/29/2016 - 16:19 Português
Poesia/Pensamentos Das mazelas que o tempo impõe ao pensamento 3 644 09/29/2016 - 16:17 Português
Poesia/Tristeza Sopa de poemas (e as ruas da cidade) 1 583 09/29/2016 - 16:14 Português
Poesia/Pensamentos Da dor e amor de escrever: um metapoema 1 787 09/29/2016 - 16:01 Português
Poesia/Soneto O tempo e o vento 1 710 09/29/2016 - 15:57 Português
Poesia/Pensamentos Árvore 1 575 09/29/2016 - 15:52 Português
Poesia/Fantasia Milagre 1 545 09/29/2016 - 15:49 Português
Poesia/Canção Mil torrentes V (A razão do viajante) 1 643 09/29/2016 - 15:45 Português
Poesia/Canção Mil torrentes IV (A fé dos nautas) 3 491 09/29/2016 - 15:41 Português