CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ENTRE O CÉU E A TERRA


Minhas palavras já parcas
No coração qualquer coisa a moer
A solidão hoje passou das marcas
O tempo é mestre mas me faz sofrer.
Hoje esqueço as horas
O tempo faz e desfaz
A vida não tem melhoras
Já o desafio não me apraz.

Não me quero iludir
Nem tão pouco a vida julgar
Se a ela me quer fugir?!
Sem norte me deixo levar.

Rasgam-se meus ouvidos
Há angústias que me perseguem
Me atormentam os sentidos
Mas as palavras? Essas não me neguem.

Arroxeiam os meus lábios de frio
E as palavras são poucas já!
Quanto tempo de sol? E o vazio?!
P'la minha face escorre,
o tempo,já tanto se me dá.

De quando em quando fico distante
Tão inerte, mordo a revolta!
Nas linhas que escrevo neste instante?!
Arrasto pensamentos à solta.

Já as últimas estrelas desmaiam
No meu olhar rompe a madrugada
Alento aos meus braços que ensaiam,
abraçar mais uma manhã
Que mal começa já é passada.

natalia nuno

Submited by

quinta-feira, dezembro 23, 2010 - 19:40

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

natalianuno

imagem de natalianuno
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 34 semanas
Membro desde: 12/17/2009
Conteúdos:
Pontos: 697

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of natalianuno

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza IRONIA 0 706 12/25/2010 - 20:07 Português
Poesia/Desilusão REFLEXO 0 1.553 12/23/2010 - 23:34 Português
Poesia/Tristeza ENTRE O CÉU E A TERRA 0 981 12/23/2010 - 19:40 Português
Poesia/Desilusão LOUCURA 0 698 12/23/2010 - 16:53 Português
Poesia/Desilusão O POEMA NÃO SABE 2 849 12/23/2010 - 00:00 Português
Poesia/Tristeza SEGREDANDO 0 702 12/22/2010 - 23:56 Português
Poesia/Desilusão NÃO SEI AO CERTO 0 909 12/22/2010 - 17:47 Português
Poesia/Desilusão E NADA TEM SENTIDO 0 699 12/21/2010 - 20:58 Português
Poesia/Tristeza TARDE QUIETA 0 655 12/21/2010 - 20:53 Português