CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Esquina da palavra

Não sei
qual a melhor hora do dia
para fazer poesia!

Nas noites as estrelas
nem sempre inspiram
as insónias galgam
nos poros das palavras
a lua despede-se sem alicerces.

A manhã é a primazia do sol
os ponteiros vibram no despertar,
os orvalhos da manhã
são frescos como romã
no vazio recolhido
da consciência devoluta .

As tardes correm
brindam faúlhas da lareira na clareira
onde o sol se deita encantado
embalado no berço das brisas calmas.

Acompanho os movimentos…

Alimento a mente
nas horas completas do dia
mas na verdade
a poesia nasce
na esquina da palavra
desenhada na emoção
no abrigo dos gestos
ausentes na presente
memória de um flash!

Submited by

terça-feira, junho 12, 2012 - 15:06

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 12 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de Henricabilio

Toda a hora é própria para

Toda a hora é própria para escrever
mas nem todos os momentos o são
- a falta de tempo ou o cansaço,
são obstáculos para a criatividade.

Saudações!

_Abilio

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Fotos/ - 3126 0 1.288 11/24/2010 - 00:53 Português
Videos/Perfil 1027 0 759 11/24/2010 - 23:08 Português
Videos/Perfil 600 0 1.129 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 198 0 710 11/24/2010 - 22:48 Português
Poesia/Meditação Nas distâncias os ecos de outras palavras, 0 424 01/01/2011 - 22:27 Português
Poesia/Meditação Os músculos da coragem 0 743 02/02/2011 - 02:52 Português
Poesia/Meditação Pulsares ocos 0 554 03/18/2011 - 07:39 Português
Prosas/Pensamentos Espasmos 0 1.010 03/24/2011 - 01:31 Português
Poesia/Meditação Força da fraqueza 0 1.099 07/09/2011 - 13:39 Português
Prosas/Pensamentos Provas reais das contas onde os dedos se perdem 0 1.028 09/19/2011 - 06:51 Português
Poesia/Meditação Os argumentos de um poema 0 1.930 09/22/2011 - 03:49 Português
Poesia/Dedicado Agora Setembro Renasce 0 2.587 09/23/2011 - 05:35 Português
Poesia/Meditação Desígnios da vida 0 1.038 11/29/2011 - 21:06 Português
Poesia/Meditação Caminho aberto 0 1.162 11/30/2011 - 22:23 Português
Poesia/Meditação Traição do destino 0 1.286 12/04/2011 - 22:41 Português
Poesia/Meditação Os braços sonham ser asas 0 1.597 12/31/2011 - 01:49 Português
Poesia/Dedicado Não há lábios nem lágrimas 0 1.123 06/24/2012 - 12:16 Português
Poesia/Intervenção Fazer das letras os gestos 0 1.625 07/21/2012 - 21:14 Português
Poesia/Aforismo Há uma pauta aberta 0 935 10/08/2012 - 06:36 Português
Poesia/Amor Juntos galgaremos as margens 0 1.393 12/20/2012 - 02:10 Português
Poesia/Meditação Lágrimas quentes 0 1.057 12/22/2012 - 20:02 Português
Poesia/Aforismo Muro de silêncio 1 468 03/29/2009 - 21:22 Português
Poesia/Aforismo As nuvens choram 1 355 03/31/2009 - 00:23 Português
Poesia/Meditação Aridez dos passos 1 733 06/19/2009 - 21:30 Português
Poesia/Amor Sublime amor 1 287 03/04/2010 - 13:47 Português