CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A estrada

Vamos caminhando nessa estrada
e não vemos o caminho de ninguém,
pisamos tantas linhas de confronto
que arriscamos tropessar em alguem

Vamos guardando as nossas feridas,
curando as que são fáceis de resolver.
Tranformamos toda a dor em água
e damos tudo à terra pra beber.

Mas sera que vale apena olhar para trás
e carregar tantas mágoas do passado?
Trazer toda a dor ás costas,
tornando cada passo que damos mais pesado?

Sera que vale a pena viver
cada uma delas na lembrança,
enquanto o tempo nos tranporta ate ao fim
e a estrada acaba e acaba a esperança?

E não vemos mais caminho a fazer,
corremos tão rapido que nos cansamos,
chega a hora em que paramos um pouco,
deitamo-nos em algum lado e descansamos.

E nada valeu apena recordar,
tudo se tranformou em pó
a estrada em que caminhavas encerrou
não podes voltar para trás e estas só.

Submited by

sábado, março 5, 2011 - 20:13

Poesia :

No votes yet

paullopex

imagem de paullopex
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 39 minutos
Membro desde: 04/05/2010
Conteúdos:
Pontos: 141

Comentários

imagem de Lyric2004

A Estrada

Lindo poema, apesar de que eu ainda creia que vale a pena recordar...e carnaval no Brasil agora e, mesmo não estando la, acabo de recordar uma música de carnaval que diz "Recordar e viver, eu ontem sonhei com você.." etc. mas que tem a ver o carnaval com esse poema não e mesmo?  Termino com o começo, obrigado, lindo poema.

Lyric/Paulo

imagem de paullopex

Obrigado eu pelo seu

Obrigado eu pelo seu comentário.

imagem de MarneDulinski

E nada valeu apena recordar, tudo se tranformou em pó a estrada

Lindo texto, gostei, mas infelizmente a estrada terminou!

E nada valeu apena recordar,
tudo se tranformou em pó
a estrada em que caminhavas encerrou
não podes voltar para trás e estas só.

Meus parabéns,

MarneDulinski

imagem de paullopex

Obrigado

Obrigado

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of paullopex

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Desencontros 3 162 05/23/2020 - 03:26 Português
Poesia/Geral está bem assim? 1 395 03/08/2018 - 18:42 Português
Poesia/Amor Porto de Abrigo 4 474 03/06/2018 - 16:22 Português
Poesia/Meditação E, como amamos? 1 314 03/05/2018 - 22:19 Português
Poesia/Meditação Quanto mede o infinito? 1 469 03/01/2018 - 18:06 Português
Poesia/Amor A dança 1 197 06/05/2014 - 05:40 Português
Poesia/Amor Noites de Inverno 1 534 01/14/2014 - 13:45 Português
Poesia/Alegria Primavera 0 299 08/18/2013 - 01:56 Português
Poesia/Amor Aventura 0 437 08/19/2011 - 15:21 Português
Poesia/Amor Desconhecida 0 437 07/06/2011 - 03:28 Português
Poesia/Meditação A regra 4 605 04/17/2011 - 13:16 Português
Poesia/Intervenção Que se CALEM, que se GRITE!!!! 2 395 03/15/2011 - 00:45 Português
Poesia/Geral Cidade ao entardecer (antigo) 2 447 03/12/2011 - 02:14 Português
Poesia/Amor Tu és... 0 357 03/06/2011 - 00:50 Português
Poesia/Desilusão Decadência 0 842 03/06/2011 - 00:46 Português
Poesia/Desilusão Múmia Sadia 2 388 03/06/2011 - 00:34 Português
Poesia/Desilusão Não!!! 0 371 03/06/2011 - 00:30 Português
Poesia/Meditação A estrada 4 490 03/05/2011 - 23:44 Português
Poesia/Pensamentos Podia-,os dar um passeio. 0 440 03/05/2011 - 02:49 Português
Poesia/Paixão E de repente... 0 484 03/05/2011 - 02:47 Português
Poesia/Meditação Actor 0 399 03/05/2011 - 02:43 Português
Poesia/Aforismo Noturno(pelas normas) 0 503 03/05/2011 - 02:41 Português
Poesia/Desilusão Saudade, sempre demais. 0 506 03/05/2011 - 02:38 Português
Poesia/Meditação Eterium 0 658 03/05/2011 - 02:37 Português
Poesia/Intervenção Revolução 0 397 03/05/2011 - 02:34 Português