CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

- Ex- Mim -

Todos os amigos partiram:
O meu corpo ficou assim, para sempre, inacabado...

Que sorte será a daquele que procura o que já achou?
Porque busco paz se nasci guerra?

Partida que não acontece,
Corpo mais do que adiado,
Nem sei como me hei-de querer!
Afinal de que serviria resumir-me?

Todos os amigos partiram...
... e eu não aconteço.

Urge pensar-me.
É urgente que escolha a idade que mais me convier!

Hei-de ser a antecipação do Amor!
Hei-de herdar-me a mim próprio!
Hei-de acontecer!

Hei-de vestir-me como o povo!
Hei-de inventar corações a cores!
Hei-de ser popular!

Hei-de voltar!
Hei-de acabar o meu corpo!
Hei-de acontecer!...

Submited by

domingo, maio 4, 2008 - 17:00

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Ex-Ricardo

imagem de Ex-Ricardo
Offline
Título: Administrador
Última vez online: há 3 semanas 5 dias
Membro desde: 02/15/2008
Conteúdos:
Pontos: 1124

Comentários

imagem de ÔNIX

Re: - Ex- Mim -

Há quem não sofra com um sentimento como o amor
Há quem viva além da dor
Há quem não esconda a sua solidão
Há que nos redescobrirmos. Lembrando quem somos já é um passo no nosso processo.
São os nossos registos neste processo, que definem como e onde acabar um corpo...se voltar, se ficar...
Gostei do seu poema.

imagem de AnaMaria

Re: - Ex- Mim -

A teoria da reincarnação diz-nos que a nossa alma virá de novo em outros corpos, provavelmente acabar o que ficou por fazer em outras vidas e aprender o que ficou por aprender!
A existência humana passa por situações-limite como a morte, a guerra, uma doença, que nos provocam a reflexão sobre o porquê da vida. Os amigos desaparecem, os paradoxos acontecem e sentimos que tudo está por acabar, por finalizar. Esquecemos que não há final. Há apenas um caminho que se percorre e torna-se a percorrer...

imagem de Anonymous

Re: - Ex- Mim -

Deste...diria que:

O mote da visão magoada da condição individual humana, que me revejo neste poema...Escrito a escassos passos das feridas essênciais: solidão, saudade, amores vividos, perdidos, encontros e desencontros...desintregração.
..Acontece!A radicalidade da negatividade que persiste no encamento da vida.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Ex-Ricardo

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Canção Ao Sol do meu tardar 15 794 03/02/2010 - 16:55 Português
Poesia/Meditação Um café Sol 23 3.877 03/24/2012 - 16:39 Português
Poesia/Dedicado Sonhei esta noite que te trazia a Primavera aos dias 29 4.103 01/22/2018 - 13:33 Português