CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

expectativa (pt.1: nascimento)

Nasce-se: o sol está posto em nós
Sorri para pequeno corpo, misturado em tons de aura e ingenuidade
E soam sinos de esperança para risonhos futuros
Ecoam felizes vozes e gritos mudos

A expectativa é prato forte para quem surge primeiro
E adensa-se com o envelhecimento dos corpos
A mente fervilha com sons harmónicos
Ressoando pelas paredes arte e pureza.

Mas o onírico é prato supremo
E as mãos não chegam ao intelecto
Que executa ilusões perfeitas
E chega ao extremo de imaginar realizado
Aquilo que nem sonhado foi.

Balanças fermentam tempos passados
Deixam águas bravas esmorecer a meia-luz
E tornam-se inavegáveis para quem nasceu.

Mesmo que a lata seja de oiro.
Mesmo que a esperança seja eterna.
O sabor não adocica
E travo amargo se solidifica.

em sinos que ecoam trovas que a mente julga perfeitas.

faço anos hoje. de qualquer forma pensei em fazer um conjunto de poemas sobre o nascimento, e as expectativas que se colocam nos putos mal eles nascem. Vou tentar esmifrar este conceito fazendo-o passar por nascimento, crescimento, idade adulta, e morte.

Submited by

quarta-feira, julho 14, 2010 - 17:17

Poesia :

No votes yet

cherub-rocker

imagem de cherub-rocker
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 17 semanas
Membro desde: 11/23/2009
Conteúdos:
Pontos: 405

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of cherub-rocker

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos at tallab 0 569 10/18/2011 - 02:08 Português
Poesia/Pensamentos dimensão 0 444 09/29/2011 - 17:38 Português
Poesia/Desilusão oawkood destroyed 0 680 08/22/2011 - 20:45 Português
Poesia/Pensamentos camden sem luz. 0 470 08/20/2011 - 06:45 Português
Poesia/Pensamentos brinches selfdestruct 0 474 07/18/2011 - 21:57 Português
Poesia/Pensamentos malha branca 0 521 06/07/2011 - 18:40 Português
Poesia/Pensamentos caixa. 1 671 05/01/2011 - 22:35 Português
Poesia/Meditação multiplicar. 1 855 04/28/2011 - 20:37 Português
Poesia/Meditação paisley em tom infinito. 0 795 04/26/2011 - 15:11 Português
Poesia/Meditação sorriso do fim 0 630 04/15/2011 - 19:44 Português
Poesia/Paixão todo o tempo. 0 753 04/06/2011 - 01:48 Português
Poesia/Meditação sem ponta. 0 637 03/14/2011 - 04:24 Português
Poesia/Intervenção resistência 0 646 03/12/2011 - 13:28 Português
Poesia/Paixão verdade inoperante - primeiro tributo m. 1 648 03/05/2011 - 11:33 Português
Poesia/Paixão kealia 1 735 03/04/2011 - 12:09 Português
Poesia/Intervenção pressão 1 522 03/02/2011 - 12:16 Português
Poesia/Meditação 2099 detroit. 0 859 02/28/2011 - 18:53 Português
Poesia/Desilusão Kolmanskop 0 693 02/10/2011 - 06:59 Português
Poesia/Desilusão caldo 0 495 01/24/2011 - 12:05 Português
Poesia/Pensamentos decisão fechada ou Pura e Áspera Decadência Resiste Avidamente Depois de Agosto 0 703 01/02/2011 - 06:59 Português
Poesia/Pensamentos segundo acto do louco amor. 0 707 01/01/2011 - 19:56 Português
Poesia/Intervenção binómio da clausura 0 595 12/29/2010 - 17:39 Português
Poesia/Pensamentos olhar cinzento. 1 533 12/28/2010 - 21:26 Português
Fotos/ - http://consequenceofsound.net/wp-content/uploads/2009/0 0 842 11/24/2010 - 00:53 Português
Fotos/ - 3071 0 768 11/24/2010 - 00:53 Português