CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Fonte (Gabriela Mistral)

No fundo do horto,
uma fonte viva brota,
cega, de longos cabelos,
sem ser de espumas ferida,
que não atrai, de tão baixa,
e não cresce, de tão fina.

Da concha de minhas mãos
resvala e foge sombria.
E, de abaixada que brota,
de joelhos é bebida,
e levo a ela somente
as sedes que mais se inclinam:
a sede das pobres bestas,
a das crianças, a minha.

Na luz ela não estava
e na noite não se ouvia
mas desde que a encontrei
ouço-a mesmo adormecida,
pois o que dele provém
é como punção divina,
ou como segundo sangue
que o peito desconhecia.

Era ela que molhava
os olhinhos das novilhas.
E na colheita abundante
era ela que ia e vinha,
falando com minha fala,
que aos pastos arrepia.

Não era a saltos de lebre
que da serra ela descia.
Subiu a romper carbúnculos
e a morder a cala fria.

A velha terra noturna
lhe retalhava a fugida;
mas chegou à sua querência
viajando mais que Tobias.

(No Horto das Oliveiras,
Aquele que ali vertia
nem o olharam os tronco,
e a noite nada vida,
e nem se ouviu o seu sangue,
de abaixado que corria.

Mas tal água de amargura,
que por todos nós foi vista,
que nos amou sem sabermos
e caminhou dois mil dias,
como agora a deixaremos
na noite assim desvalida?
E como dormir do modo
como quando não se ouvia?)

Gabriela Mistral (1889-1957), poetisa chilena e Nobel de Literatura.

Submited by

terça-feira, agosto 4, 2015 - 21:58

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 38 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Dedicado A charrete-cegonha levava os rebentos para casa 0 1.225 07/08/2012 - 21:46 Português
Poesia/Meditação A dor na cor da vida 0 662 07/08/2012 - 21:46 Português
Poesia/Dedicado Os Catadores e o Viajante do Tempo 1 1.441 07/07/2012 - 23:18 Português
Poesia/Alegria A busca da beleza d´alma 2 1.502 07/02/2012 - 00:20 Português
Poesia/Dedicado Amigos verdadeiros 2 3.099 07/02/2012 - 00:14 Português
Poesia/Meditação Por que a guerra, se há tanta terra? 5 949 07/01/2012 - 16:35 Português
Poesia/Intervenção Verbo Vida 3 2.356 07/01/2012 - 13:07 Português
Poesia/Meditação Que venha a esperança 2 955 07/01/2012 - 13:04 Português
Poesia/Intervenção Neste Mundo..., de "Poemas Ocultistas" (Fernando Pessoa) 0 1.305 07/01/2012 - 12:34 Português
Poesia/Intervenção Do Eterno Erro, de "Poemas Ocultistas" (Fernando Pessoa) 0 2.686 07/01/2012 - 12:34 Português
Poesia/Intervenção O Segredo da Busca, de "Poemas Ocultistas" (Fernando Pessoa) 0 619 07/01/2012 - 12:34 Português
Poesia/Dedicado Canções sem Palavras - III 0 751 06/30/2012 - 21:24 Português
Poesia/Intervenção Seja Feliz! 0 1.411 06/30/2012 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Tempo sem Tempo (Mario Benedetti) 1 1.413 06/25/2012 - 21:04 Português
Poesia/Dedicado Uma Mulher Nua No Escuro 0 1.698 06/25/2012 - 12:19 Português
Poesia/Amor Todavia (Mario Benedetti) 0 983 06/25/2012 - 12:19 Português
Poesia/Intervenção E Você? (Charles Bukowski) 0 1.204 06/24/2012 - 12:40 Português
Poesia/Aforismo Se nega a dizer não (Charles Bukowski) 0 1.091 06/24/2012 - 12:37 Português
Poesia/Aforismo Sua Melhor Arte (Charles Bukowski) 0 885 06/24/2012 - 12:33 Português
Poesia/Tristeza Não pode ser um sim... 1 683 06/22/2012 - 14:16 Português
Poesia/Aforismo Era a Memória Ardente a Inclinar-se (Walter Benjamin) 1 642 06/21/2012 - 16:29 Português
Poesia/Amizade A Mão que a Seu Amigo Hesita em Dar-se (Walter Benjamin) 0 1.345 06/20/2012 - 23:45 Português
Poesia/Aforismo Vibra o Passado em Tudo o que Palpita (Walter Benjamin) 0 1.528 06/20/2012 - 23:45 Português
Poesia/Aforismo O Terço 0 676 06/19/2012 - 23:26 Português
Poesia/Desilusão De sombras e mentiras 0 0 06/19/2012 - 23:23 Português