CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

[A hora mais escura]

Está é a hora mais escura,
É a lama, no fundo do poço.
A mão tremula do atirador...

O medo da incerteza
Solto no ar.

Esse é o momento
Que não cabe no calendário.
É o silêncio...
Que se faz, quando todas as máscaras caem!

É quando a venda, era apenas fantasia
E a justiça...
Já estava há muito tempo corrompida.

A mancha que não sai corpo,
É o medo,
É o medo do povo...

Essa é a hora que os discursos bonitos desmoronam,
São os pés de barro, dos falsos arautos,
Manchando de sangue as sobras da dignidade.

Essa é a solidão da fé,
É o sussurro quem ninguém ouve...
Reféns, um país mantido em cativeiro.
Esse é o momento do passo em falso,
Do desiquilíbrio constante.

Aonde o poder encontra
Em certas cascas,
O dinheiro como amante.

É quando a razão vira loucura,
Um título e uma caneta
Tem mais poder que um ditadura!

Essa é a hora mais escura
Aonde as sombras ganham formas,
Quando o vazio se torna cheio...
E nada mais surpreende o desespero.

Pablo Danielli

Submited by

sexta-feira, setembro 27, 2019 - 17:59

Poesia :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 5 dias
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2911

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Tudo que se tem 1 1.032 05/05/2011 - 15:32 Português
Poesia/Geral Passos vazios 1 739 05/05/2011 - 15:36 Português
Poesia/Geral tempo que passa 1 1.262 05/05/2011 - 15:39 Português
Poesia/Geral O pescado e o mar 1 929 05/05/2011 - 15:42 Português
Poesia/Geral Velhas portas 1 820 05/05/2011 - 15:53 Português
Poesia/Geral Vitima da vida 1 904 05/05/2011 - 15:56 Português
Poesia/Geral Mulheres da vida 1 1.325 05/05/2011 - 16:04 Português
Poesia/Geral Sem rumo, sem sorte 1 714 05/05/2011 - 16:08 Português
Poesia/Geral O tempo, as horas 1 801 05/05/2011 - 16:32 Português
Poesia/Geral O preço das coisas 1 969 05/05/2011 - 16:37 Português
Poesia/Geral Quem é você 1 1.526 05/05/2011 - 16:40 Português
Poesia/Geral Impostos 1 1.293 05/05/2011 - 16:44 Português
Poesia/Geral Circo ou vida real 1 745 05/05/2011 - 16:47 Português
Poesia/Geral Sem Lugar 1 579 05/05/2011 - 16:56 Português
Poesia/Geral Do Sonhador 1 822 05/05/2011 - 16:59 Português
Poesia/Amor Vermelho 1 778 05/05/2011 - 19:33 Português
Poesia/Geral Mudanças 1 1.091 05/05/2011 - 19:37 Português
Poesia/Geral Fim do Dia 1 811 05/05/2011 - 19:39 Português
Poesia/Geral Ar 1 1.536 05/05/2011 - 19:42 Português
Poesia/Geral Ao Certo 1 1.061 05/05/2011 - 19:46 Português
Poesia/Geral Pés queimados 1 823 05/05/2011 - 19:49 Português
Poesia/Geral Pedaços Sagrados 1 682 05/05/2011 - 20:02 Português
Poesia/Geral Culpados 1 908 05/08/2011 - 20:11 Português
Poesia/Geral Sobre a flor 1 854 05/08/2011 - 20:18 Português
Poesia/Geral Amores tardios 1 1.347 05/08/2011 - 20:21 Português