CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Insensatez

Sozinho em um canto qualquer
Em você em me encontro a pensar;
Imagino o seu sorriso tão lindo
O mesmo que fez meu coração apaixonar.

Sinto o vazio da solidão
Olho para os lados e você não vejo;
Não sei viver assim, eu confesso,
Que sinto em mim um forte desejo.

Você sempre foi o meu sonho
Aquela que deu paz ao meu coração;
Não sei porque você se foi
E deixou comigo essa triste solidão.

Sou como o pássaro ferido
Que não consegue mais voar;
O meu coração está tão triste hoje
Que não consigo nem mesmo levantar.

Então viro-me para o canto
Dos meus olhos tristes rolam lágrimas;
São desejos não realizados
Que provocam em mim duras lástimas.

O que posso fazer agora
Para você voltar outra vez?
Se no meu coração só há você
Fique comigo e deixe de insensatez.

Vou te amar até o fim
Isso é o que posso prometer;
Cuidar-te-ei como a flor no jardim
E não deixarei nosso amor morrer.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, maio 10, 2022 - 18:35

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 1 hora
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7727

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção Sustentabilidade 3 26 05/20/2022 - 22:22 Português
Poesia/Amor Se te amo tanto assim 3 53 05/20/2022 - 18:32 Português
Poesia/Desilusão A maior de todas as mentiras 3 45 05/19/2022 - 18:55 Português
Poesia/Pensamentos De mãos dadas com a Morte 3 110 05/18/2022 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos Do pensamento 3 86 05/17/2022 - 18:36 Português
Poesia/Desilusão O teu olhar 3 52 05/16/2022 - 23:29 Português
Poesia/Intervenção Destruam essa arte 3 50 05/16/2022 - 18:38 Português
Poesia/Desilusão Silenciosa sombra de solidão 3 51 05/16/2022 - 12:38 Português
Poesia/Amor Saber entender, crescer e viver 3 81 05/13/2022 - 19:25 Português
Poesia/Meditação Cantem as canções que não escrevi 3 62 05/12/2022 - 22:56 Português
Poesia/Tristeza Alma em suplício 3 52 05/11/2022 - 23:12 Português
Poesia/Meditação Feliz com sua presença 3 79 05/11/2022 - 18:42 Português
Poesia/Desilusão Insensatez 3 69 05/10/2022 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos Eu navegarei 3 62 05/09/2022 - 23:13 Português
Poesia/Pensamentos Fantasmas de um tempo passado 3 124 05/09/2022 - 13:28 Português
Poesia/Dedicado Mãe, o maior amor que pode existir 3 79 05/08/2022 - 20:33 Português
Poesia/Dedicado Mãe - Eu canto a ti o amor! 3 72 05/06/2022 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Dias melhores virão 3 129 05/06/2022 - 19:01 Português
Poesia/Meditação A impossibilidade física da morte na mente de alguém que está vivo 3 77 05/05/2022 - 19:11 Português
Poesia/Meditação O peso do mundo 3 66 05/04/2022 - 23:02 Português
Poesia/Meditação E se não estiver tudo bem? 3 80 05/04/2022 - 18:45 Português
Poesia/Amor Inimaginável 3 83 05/03/2022 - 18:34 Português
Poesia/Tristeza Querida solidão 3 85 05/02/2022 - 18:29 Português
Poesia/Intervenção Não lastimo o próximo perigo 3 127 05/02/2022 - 12:41 Português
Poesia/Pensamentos Palavras apenas não servem 3 72 04/30/2022 - 21:59 Português